27 de Setembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Pai Natal dos CTT vai ajudar mais de 1.500 crianças

29 de Novembro 2019

A campanha do Pai Natal Solidário já chegou aos CTT e está preparada para garantir que a magia de Natal chegue a todas as crianças, nomeadamente àquelas mais desfavorecidas. Para tal, os CTT pediram a cerca de 1.500 crianças, até aos 12 anos, de cerca de meia centena de instituições de solidariedade, de Norte a Sul do país, que escrevessem as suas cartas ao Pai Natal.

De acordo com os CTT, esta ação envolve, este ano, 41 instituições de solidariedade social que cuidam de crianças com necessidade de assistência social. Estas crianças, até aos 12 anos, são convidadas a escrever cartas ao Pai Natal revelando os presentes que gostariam de receber. Essas cartas estão disponíveis em www.painatalsolidario.pt e em 13 Lojas CTT (em Coimbra estão na loja da Avenida Fernão de Magalhães) até ao final do mês de dezembro para que os portugueses as apadrinhem e façam sorrir uma criança.

Por razões de proteção das crianças, todos os dados pessoais, quer dos padrinhos, quer das crianças das instituições, só serão conhecidos pelos CTT, garantindo assim a confidencialidade da informação e todo o processo de entrega dos presentes.

Os CTT promovem esta ação solidária desde 2009, tendo entregue já, com a ajuda dos portugueses, mais de 11.400 presentes a crianças carenciadas.

Para além da campanha do Pai Natal Solidário, é também habitual os CTT receberem cartas de crianças de todo o país que, de forma espontânea, as dirigem ao Pai Natal dos CTT. A empresa anuncia que estas cartas já estão a chegar, sendo as únicas que são aceites sem selo.

O Pai Natal dos CTT nasceu graças à espontaneidade de crianças que escreviam cartas ao Pai Natal. Foi a partir de 1985 que os CTT começaram a dar-lhe uma ajuda respondendo a todas elas e enviando também uma pequena lembrança. Para o efeito, os CTT mobilizam sempre uma equipa especial que se dedica a tempo inteiro para garantir que todas as crianças recebem uma resposta, ajudando todos a “manter o sonho do Natal bem vivo”.

Os CTT esperam receber este ano cerca de 170 mil cartas, tal como tem sucedido nos últimos anos. “Para a maioria destas crianças, no mundo digital onde vivemos, as cartas ao Pai Natal são o primeiro contacto com a carta enquanto forma de comunicação”, explica a empresa, assegurando que “todas as cartas serão respondidas, mas é importante que tenham uma morada para que o Pai Natal dos CTT saiba para onde enviar a resposta”.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM