22 de Maio de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

Novartis lança guias para portadores de esclerose múltipla

3 de Maio 2019

A Novartis desenvolveu quatro guias de aprendizagem para ajudar pessoas com esclerose múltipla e cuidadores na melhor gestão da doença. O projeto foi desenvolvido por um grupo de profissionais de saúde, entre os quais quatro enfermeiras, uma neurologista, uma neuropsicóloga e uma nutricionista.

“Percursos da EM – Olhar, Pensar e Agir na Esclerose Múltipla” é o nome do projeto que envolve quatro guias visuais dedicados, cada um, a um tema diferente. “A Viagem pela Esclerose Múltipla – Gestão da Doença” (sistema nervoso central, mecanismos fisiopatológicos, tipos de doença, factos e mitos acerca da doença, consequências sociais, principais sintomas); “Mercado Sustentável – Estilo(s) de Vida Saudável” (alimentação, exercício físico, atividades recomendadas e não recomendadas, hábitos de vida saudável); “Parque Sintomático – Gestão de Sintomas” (conselhos para o doente gerir os seus sintomas visuais, sensitivos, sexuais, de equilíbrio, cognitivos, motores, entre outros); e “Marina Terapêutica – Gestão Terapêutica” (apoio na gestão da terapêutica, explicando formas de administração, posologias das terapêuticas disponíveis).

De acordo com nota divulgada, “os guias serão utilizados em sessões educativas em grupo, num máximo de 10 pessoas, sob a orientação de um enfermeiro”. Os encontros funcionam, assim, como estímulo para a partilha de experiências, vivências e conhecimentos sobre a doença.

“Sendo a esclerose múltipla uma doença crónica, progressiva e tendencialmente incapacitante, este projeto vem assumir um papel fundamental no apoio aos doentes e seus cuidadores. Esta iniciativa, com uma forte vertente educativa, vai dotar os doentes de ferramentas e competências necessárias à tomada de decisão no que diz respeito à gestão da doença, assim como incentiva à adoção de estilos de vida mais saudáveis com impacto na melhoria da qualidade de vida destes doentes”, refere Berta Augusto, enfermeira do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC).

O projeto foi liderado pelas enfermeiras Ana Matilde Cabral, do Hospital Beatriz Ângelo, Berta Augusto, Isabel Ribeiro e Liliana Escada do CHUC, e pela neurologista Rita Simões, do Hospital Beatriz Ângelo. A implementação desta iniciativa em diversos hospitais do país está em avaliação.

Recorde-se que a esclerose múltipla é um distúrbio crónico do sistema nervoso central que afeta o funcionamento normal do cérebro, nervos óticos e espinal medula devido à inflamação e perda de tecido.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM