2 de Dezembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Misericórdia de Coimbra avança com novos projetos

20 de Setembro 2019

Oferecer uma resposta abrangente à comunidade, que vá da infância aos seniores, é o desejo da Santa Casa da Misericórdia de Coimbra, que comemorou na semana passada, a 12 de setembro, 519 anos. Aproveitando esta data festiva, o provedor da instituição, José Vieira, deu a conhecer os novos projetos que estão em curso, que contemplam todas as faixas etárias, sem esquecer as famílias mais necessitadas.

De acordo com o provedor, uma das apostas da Misericórdia passa pela recuperação de imóveis situados na Alta, como é o caso de um edifício na Rua do Colégio Novo, em frente à Faculdade de Psicologia, com quatro apartamentos (um T1 e dois T2) destinados a uma nova valência – autonomização para jovens institucionalizados. Financiado pelo Fundo Rainha D. Leonor e pela Câmara Municipal de Coimbra, este projeto tem um orçamento previsto de 370.000 euros e as obras estão já em curso, prevendo-se a sua conclusão em fevereiro.

A Misericórdia está também a requalificar três residências universitárias, na Rua dos Coutinhos e na Rua Corpo de Deus, com capacidade para 30 estudantes. Tem também em curso um projeto para a construção de um centro com as valência de creche, jardim-de-infância e estrutura residencial para idosos, num total de 230 novos utentes. De acordo com o provedor, este projeto vai nascer numa “zona urbana de referência da cidade”, sendo todos os pormenores divulgados em breve.

Com estas novas apostas, a instituição pretende assegurar uma resposta mais abrangente, que vá ao encontro das necessidades da população. Neste momento, a Creche Margarida Brandão, com 60 utentes, não consegue já responder a todos aqueles que a procuram, situação que se verifica também nas respostas dedicadas à terceira idade.

Estas novas valências vêm juntar-se às já existentes, como o Colégio de São Caetano, casa de acolhimento com 30 jovens, dos 10 aos 18 anos, e a Unidade de Autonomia por onde já passaram meia dúzia de jovens. Para além da Creche Margarida Brandão, a Misericórdia gere o Centro de Apoio à Terceira Idade, em S. Martinho do Bispo, estabelecimento integrado da Segurança Social e com capacidade de 30 utentes em Serviço de Apoio Domiciliário, 25 em centro de dia e 90 em lar residencial, com 65 por razões de conforto e dignidade.

A Misericórdia vai, também, distribuir 270 cabazes alimentares a famílias de várias freguesias de Coimbra – mais 20 do que atualmente -, no âmbito do Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas. De referir que apoia ainda, a nível alimentar e de forma regular, 30 pessoas, incluindo refeições ao fim de semana.

Para além das novidades anunciadas, os 519 anos da Misericórdia ficaram ainda marcados pela entrega e apresentação de peças pertencentes ao acervo da Santa Casa da Misericórdia de Coimbra, restauradas pelo CEARTE no âmbito da formação modular na área da conservação e restauro de madeira.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM