5 de Dezembro de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

Milhares de pessoas caminham amanhã contra o cancro

4 de Outubro 2019

Mais de 10.000 pessoas são esperadas amanhã (5 de outubro) nas caminhadas “Pequenos Passos, Grandes Gestos®” que voltam a ligar sete cidades da região Centro – Coimbra, Aveiro, Castelo Branco, Covilhã, Guarda, Leiria e Viseu.

Promovidas pelo Movimento Vencer e Viver, do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro (NRC-LPCC), decorrem em simultâneo nestas sete cidades, sensibilizando a comunidade, neste Mês Internacional de Prevenção do Cancro da Mama, para a importância da prevenção e deteção precoce desta doença silenciosa que afeta, a cada ano, cerca de 6.000 mulheres e provoca a morte a cerca de 1.500.

Para Natália Correia, da LPCC, este é um momento de alerta e também de partilha, aberto a pessoas de todas as idades e de ambos os sexos. São, portanto, todos convidados a associar-se e a integrarem estas caminhadas. O NRC-LPCC lançou também um apelo a todas as sobreviventes anónimas para que se juntem à iniciativa e aceitem usar o lenço rosa que lhes será oferecido como “símbolo de superação” e também de esperança.

As inscrições decorrem até ao dia do evento, podendo ser efetuadas nos locais de partida, a partir das 13h00. Em Coimbra, a concentração decorre na Praça da República, às 14h30, e a caminhada começa meia hora depois, terminando no Parque Verde do Mondego. As caminhadas são precedidas de várias atividades de animação e terminam num ambiente de confraternização.

Este evento tem um cariz solidário, uma vez que os cinco euros de inscrição (que dão direito a um kit com t-shirt, água e folhetos informativos) revertem na íntegra para o apoio à mulher com cancro da mama e respetivos familiares.

As caminhadas chegam este ano à sua 10.ª edição e continuam a atrair cada vez mais participantes. De acordo com Sónia Silva, psicóloga do NRC-LPCC, envolveram até agora cerca de 80.000 participantes e foram angariados aproximadamente 342.000 euros, valor que equivale à compra de dois mamógrafos de última geração, equipados com tomossíntese, ou a dois anos de apoio material, psicológico e jurídico do doente oncológico e família.

A sociedade é novamente chamada a associar-se amanhã a esta causa e a caminhar, numa destas cidades, contra o cancro da mama.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM