18 de Julho de 2024 | Coimbra
PUBLICIDADE

SANSÃO COELHO

Mãos à obra na Área Metropolitana de Coimbra

28 de Agosto 2020

Em tom de sebenta vamos hoje enunciar alguns apontamentos em relação à matéria já dada a qual convém recordar para estarmos prontos para os EXAMES que Coimbra tem de fazer. São provas fundamentais para afirmar a CIDADE E REGIÃO perante os macrocefalismos de Lisboa e Porto que tanto nos espartilham, incomodam e têm prejudicado o nosso desenvolvimento. Assim, e com base nalgumas “aulas” ministradas por vários especialistas e instituições (o que nos serve de fonte) e acrescentando, de mote próprio, mais alguns pontos, sumariamos:

1 – REGIONALIZAÇÃO, JÁ. Criação da ÁREA METROPOLITANA DE COIMBRA;

2 – Campanha COIMBRA, 300.000 HABITANTES: Captação de novos moradores: Construção de habitação social e outra habitação a preço controlado para povoarmos Coimbra em vez de a desertificarmos; CONSTRUÇÃO DE NOVAS RESIDÊNCIAS UNIVERSITÁRIAS adequadas à tradição e praxis das “Repúblicas”.

3 – Dinamização e trabalho em rede dos PARQUES INDUSTRIAIS DO CONCELHO e dos EXISTENTES NOS CONCELHOS ADJACENTES;

4 – Aumento das INCUBADORAS DE EMPRESAS;

5 – CONSOLIDAÇÃO DE COIMBRA COMO CIDADE DA SAÚDE e REFORÇO DO CLUSTER DA SAÚDE. Autonomização total do HOSPITAL DA UNIVERSIDADE e do HOSPITAL DOS COVÕES com a renovação e ampliação do antigo grupo CENTRO HOSPITALAR DE COIMBRA (Covões) integrando Maternidades atuais e futura Maternidade em São Martinho do Bispo e Hospital Pediátrico;

6 – CONSOLIDAÇÃO DE COIMBRA como CIDADE do CONHECIMENTO e marketização desta especificidade. Criação de uma Revista Cultural de Referência mundial;

7 – CONSTITUIÇÃO DE UMA ASSOCIAÇÃO PARA A CRIAÇÃO E DINAMIZAÇÃO nesta região de SOCIEDADES DE CAPITAL DE RISCO, de FUNDOS e de INVESTIDORES EM CAPITAL DE RISCO; Instalar em Coimbra empresas de FINTECH (tecnologia financeira);

8 – Revitalização e aumento da rede viária da área da CIM, futura área metropolitana. Completar a A13; Ligação por autoestrada a Viseu e à Covilhã e concluir ligação via-rápida de Taveiro à Figueira da Foz e ao Porto da Figueira pela margem esquerda do Mondego; via-rápida da A 14 em Ançã a ligar a autoestrada a Coimbra B;

9 – METROBUS. Para além do troço Coimbra/Serpins criar as seguintes novas linhas de METRO MONDEGO: linha COIMBRA/CONDEIXA, linha COIMBRA/ FIGUEIRA DA FOZ e linha COIMBRA/BAIRRADA-CANTANHEDE-MEALHADA-CURIA.

10 – INCREMENTAR a ATIVIDADE DO I-PARQUE de ANTANHOL e instalação de um Centro de Materiais e de Nanotecnologia;

11 – ADOÇÃO PLENA DA “QUARTA VAGA”. Captação de Talentos; Internet para Todos;

12 – REINDUSTRIALIZAÇÃO DA REGIÃO;

13 – CONSTRUÇÃO URGENTE DO AEROPORTO INTERNACIONAL DE COIMBRA em SOURE;

14 – AUMENTO DE CAPACIDADE DO PORTO DA FIGUEIRA DA FOZ;

15 – INCREMENTO DA ATIVIDADE AO NÍVEL DA ECONOMIA SOCIAL;

16 – AUTONOMIZAÇÃO DE PROGRAMAÇÃO REGIONAL DE COIMBRA DE CARÁTER IDENTITÁRIO E INFORMATIVO NO SERVIÇO PÚBLICO DA RÁDIO E TELEVISÃO DE PORTUGAL e subida a emissões nacionais e internacionais de rádio e televisão dos grandes eventos e dos protagonistas da Coimbra metropolitana;

17 – Criação de um Gabinete de Promoção económica, social e cultural da Região Metropolitana de Coimbra e Defesa dos interesses regionais a exemplo da extinta Sociedade de Defesa e Propaganda de Coimbra dando sequência ao atual Conselho Estratégico Para o Desenvolvimento Intermunicipal da Região de Coimbra; Apoio a Grupos de Observação e Reflexão do Desenvolvimento Sustentado de Coimbra;

18 – Internacionalização do INSTITUTO SUPERIOR MIGUEL TORGA proveniente da Junta Distrital e criação, neste Instituto, de cursos de estratégia promocional de Coimbra e Região;

19 – Apoio ao aumento de cobertura e expansão de vendas a nível nacional da Imprensa diária de Coimbra para a sua forte repercussão em todo o país;

20 – Ênfase no apoio a uma equipa de futebol na I Liga e o mesmo em modalidades históricas de Coimbra em concreto basquetebol, andebol, rugby e voleibol por forma a potenciar aspetos identitários.

“É PRECISO ACREDITAR”. O Futuro é hoje com a ousadia das nossas decisões, hesitações e pontos de vista oportunos ou não. Mãos à obra. Vamos a isto?


  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM