27 de Maio de 2022 | Coimbra
PUBLICIDADE

Maiorca mostra o que tem de melhor e mais tradicional na FINDAGRIM

2 de Agosto 2019

Mais de uma centena de expositores vão participar na Feira Comercial, Industrial e Agrícola de Maiorca (FINDAGRIM), certame que abre portas na quarta (7 de agosto) feira e que, ao longo de cinco dias, vai dar a conhecer todo o potencial desta freguesia do concelho da Figueira da Foz.

A comemorar 10 anos de história, a FINDAGRIM apresenta-se nesta edição com algumas novidades. Aposta num novo conceito, que introduz algumas alterações ao nível da disposição do recinto, procurando, como explicou o presidente da Junta de Freguesia de Maiorca, “tornar mais atrativo e dar maior visibilidade a todas as áreas”. Rui Ferreira lembra que esta é “uma festa popular” e que o principal objetivo da Junta é “criar um maior envolvimento entre todos” e “ter o máximo de gente do concelho” nesta realização, tanto a nível de visitantes como das “forças vivas” – empresas, coletividades e outras representações locais.

Com quase 20.000 metros quadrados de área, a FINDAGRIM conta com cerca de 50 stands de exposição e mais de uma centena de expositores, número que testemunha bem o impacto e importância que o certame tem para a economia local. “A FINDAGRIM não é só Maiorca, é o concelho e as freguesias e também as empresas que vão estando presentes ano após ano”, sublinhou o autarca durante a apresentação desta festa, congratulando-se também com a forte afluência de público registada no ano passado. “Vendemos 13.000 bilhetes, sendo que no último dia não cobrámos entrada. Tivemos cerca de 20.000 pessoas a passar na FINDAGRIM nos cinco dias”, disse.

A intenção da organização, que alia a Junta de Freguesia e outros parceiros, é continuar a trabalhar no sentido de ir ao encontro do agrado do público e do expositor. Para tal, a par com as novidades que vão sendo introduzidas, aposta num programa envolvente e atrativo, que dá a conhecer o dinamismo da região, promovendo as suas potencialidades económicas, bem como a sua cultura e tradições. Comércio, gastronomia, doçaria, artesanato e grandes concertos são algumas das principais atrações do programa, que continua a privilegiar sempre algumas realizações tradicionais, como o desfile de carroças, bicicletas antigas e trajes de época, marcado para dia 11.

Tal como tem sido tradição, as tasquinhas continuam a ser uma das grandes atrações da FINDAGRIM. De acordo com Rui Ferreira, vão ser dinamizadas por nove coletividades que vão trazer os sabores típicos da região ao recinto, numa área que conta com “2.400 lugares sentados”.

“Este é um certame popular, associativo, gastronómico e cultural. Queremos obviamente promover o comércio e a indústria local, regional e nacional. Queremos, acima de tudo, desenvolver turisticamente a Freguesia de Maiorca e, se for possível, todo o concelho”, afirma o autarca, convidando todos a visitarem esta Freguesia que comemorou recentemente 825 anos de história.

Atrações para todos os gostos

A todas estas atrações, junta-se um programa recheado, onde não faltam os grandes espetáculos musicais. Sons do Minho abre a festa (quarta feira), seguindo-se os concertos de Iran Costa (quinta feira), DAMA (dia 9), Irmãos Verdade (dia 10) e Rita Guerra e Banda Filarmónica Maiorquense (dia 11).

Para além dos espetáculos no palco principal, há também muita animação no Palco Cultural. Aí o programa abre com folclore e continua nos dias seguintes com filarmónicas, dança, tunas e música popular. Destaque também para o Palco dos Dj’s, onde vai predominar a música eletrónica. Cat Deejay, Xano Cavaleiro, Sara Santini, Maçãs, MC Bastez, David Silva são os Dj’s que vão animar estas cinco noites de festa.


  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM