18 de Abril de 2024 | Coimbra
PUBLICIDADE

LUNA FEST vai trazer a Coimbra nomes lendários do rock mundial

10 de Fevereiro 2023

Coimbra vai ser palco de um Festival Internacional de Rock’n’roll. O LUNA FEST terá a sua primeira edição em agosto, com espetáculos divididos entre a Praça do Comércio (16 e 17 de agosto) e a Praça da Canção (18 a 20 de agosto). Trata-se de um evento da Fortunoscópio, empresa de eventos gerida pelo guitarrista Victor Torpedo e por Tito Santana, artista e criador dos emblemáticos espaços Twisted Club e Pinga Amor, respetivamente, em parceria com a Câmara Municipal de Coimbra.

“Mais de que um Festival de Verão, o LUNA FEST é uma elaborada missão de salvamento, que pretende implementar um programa musical atraente no seio da nossa cidade e que esta dedicação, paixão, urgência, se amplifique fortemente de maneira a dignificar e unificar todas estas vozes que moram em Coimbra e que esta finalmente sirva de berço a um grande festival de amplitude internacional”, destacou Victor Torpedo.

O músico, conhecido por projetos como The Parkinsons, Victor Torpedo & The Pop Kids, Tédio Boys e Tiguana Bibles, lança o mote para o evento que se realiza entre 16 e 20 de agosto. “Que a viagem comece, pois queremos tudo para Coimbra e para Portugal, o que queremos projetado no mundo: mais cultura, aventuras musicais e artísticas. Agora resta-nos esperar que a poeira se solte com o som da primeira nota tocada no Parque da Canção de Coimbra”, salientou.

Os norte-americanos Devo são uma das primeiras bandas confirmadas, além de Gang of Four, A Certain Ratio, Martin Dupont, Black Lips e The Fleshtones. Nas próximas semanas serão divulgados os restantes artistas que vão atuar no Festival, estando agendados nomes lendários do rock’n’roll mundial. Serão também divulgados os preços dos bilhetes e locais de aquisição.

O LUNA FEST vai apresentar, assim, uma programação internacional dedicada à música e à cultura do rock’n’roll. Nesta primeira edição, “que estimulará a circulação do público pelas ruas da cidade e pelos seus espaços mais emblemáticos”, são esperados aproximadamente 100 mil espectadores.

“O evento vai promover uma mudança de atitudes e de comportamentos no que diz respeito à sustentabilidade, demonstrando que é possível uma adoção de critérios com base no uso eficiente de recursos nos festivais de música”, frisou.

Nesse sentido, todos os espetáculos musicais, exposições, projeções de cinema ao ar livre, além de debates e apresentações com autores e jornalistas, “respeitarão estes valores fundamentais, estimulando e envolvendo um público que nos nossos dias quer mais do que simples entretenimento “.

 


  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM