18 de Abril de 2024 | Coimbra
PUBLICIDADE

Lugrade vai transformar antiga fábrica da Triunfo em espaço de fruição

16 de Dezembro 2022

As antigas instalações da fábrica da Triunfo (rações) em Coimbra deverão dar lugar a um espaço de fruição da cidade com escritórios, serviços e áreas de restauração. O antigo edifício, situado na Zona Industrial da Pedrulha, com uma área coberta de mais de 12.000 metros quadrados, foi adquirido no final de 2019 por cerca de um milhão de euros pela Lugrade – Bacalhau de Coimbra.

“A intenção inicial era utilizá-lo em parte para a nossa atividade, só que, entretanto, com o investimento que fizemos e que estamos a terminar em Casais do Campo [terceira unidade], decidimos que não seria”, adiantou Vítor Lucas, que divide a gestão da empresa com o irmão Joselito Lucas.

Apesar de o projeto estar ainda em pré-análise, os empresários pretendem criar um espaço com “capacidade para Coimbra receber serviços que às vezes não tem, aproveitando o facto de uma parte das instalações possuir um edifício com nove pisos, com cerca de 500 metros quadrados cada”.

Salientando o potencial da antiga fábrica, que deixou de laborar em 2001, Vítor Lucas deixou claro “que não está bem definido o que vai ser feito no local da antiga fábrica”, mostrando-se aberto a parcerias com outras empresas, no sentido de “decidir quais as atividades que se podem ali colocar”. “O nosso objetivo é de facto reabilitar e deixar um espaço de preferência aberto à cidade. Temos intenção que tenha eventualmente uma parte comercial e de restauração que seja agradável para alguém que queira sair da cidade, ir jantar ou almoçar e ter um espaço onde possa estar, com uma esplanada e umas vistas fantásticas sobre os campos do Mondego”, salientou.

De acordo com Joselito Lucas, as antigas instalações poderão também acolher um “polo de arte urbana através de apresentações de arte ligadas ao mar e à sustentabilidade, que pode ser a única ligação do espaço à atividade principal da empresa (salga, secagem, demolha e ultracongelação de bacalhau)”. “Pensamos utilizar a arte para haver alguma ligação ou mesmo a colocação de um museu ligado à empresa”, acrescentou.

A Lugrade – Bacalhau de Coimbra exporta para 22 países do mundo, desde a Alemanha ao Canadá, passando pelo Brasil, embora Portugal seja o principal mercado. A empresa prevê faturar este ano cerca de 40 milhões de euros.


  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM