14 de Outubro de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

Góis estuda formas de intensificar combate à vespa velutina

4 de Outubro 2019

O Município de Góis está a estudar formas de intensificar o combate e a prevenção do aparecimento de novos ninhos de vespas velutinas. A autarquia anuncia, em nota divulgada, que os Serviços Municipais de Proteção Civil estão empenhados no combate à disseminação desta espécie, tendo este ano intervindo em cerca de 90 ninhos, registando-se o maior número de ocorrências na Freguesia de Alvares e na União de Freguesias de Cadafaz e Colmeal.

Conhecido também por vespa asiática, este inseto é uma espécie não indígena, predadora da abelha europeia, revelando-se um enorme problema para a apicultura nacional, sendo também considerado um problema de saúde pública, dada a proximidade de muitos ninhos em relação aos aglomerados populacionais.

A autarquia lembra que existe um plano desenvolvido pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária e pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) para a vigilância e controlo desta espécie invasora, que pode ser consultado no site do ICNF. Sublinha ainda que todos aqueles que de depararem com um ninho de vespa velutina ou suspeitarem que se trata de um devem alertar, de imediato, o SOS VESPA, sendo depois as informações verificadas e validadas por um técnico da proteção civil. Quem não tiver acesso à plataforma, deve entrar em contacto com a Câmara ou Junta de Freguesia ou ligar para a linha SOS Ambiente da GNR (808 200 520).

De referir que a vespa velutina é um problema real, que se tem alastrado a todo o território, tendo provocado já algumas mortes no país.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM