30 de Maio de 2024 | Coimbra
PUBLICIDADE

Fundação Bissaya Barreto festejou 60 anos

30 de Novembro 2018

A Fundação Bissaya Barreto (FBB) celebrou, na segunda feira, 60 anos, seis décadas de um percurso que honra a memória e a obra do professor Bissaya Barreto, bem como de todos aqueles que se têm dedicado a esta casa.

Nuno Viegas Nascimento, que liderou a FBB durante 27 anos, foi homenageado durante a sessão comemorativa. Falecido prematuramente em 2008, Viegas Nascimento foi agora lembrado pela família, amigos e colaboradores. A sua memória vai ficar perpetuada para sempre nesta instituição que ajudou a prosperar, através de um busto que foi agora descerrado no hall da sede da FBB, em Bencanta.

Durante a sessão solene, a presidente da FBB, Patrícia Viegas Nascimento, recordou o patrono da Fundação, Bissaya Barreto, um homem que teve um papel determinante na cidade e na região, deixando um legado que a todos importa preservar. Patrícia Viegas Nascimento evocou Bissaya Barreto como “um homem maior, um visionário e um humanista de exceção, que se posicionou muito à frente do seu tempo, empreendendo um modelo de filantropia e medicina social pioneira, preventiva e inovadora em Portugal”. Considera, por isso, “um dever de gratidão” da Fundação “resgatar a sua memória, celebrar o seu exemplo de vida e o pioneirismo da sua ação em prol dos grupos mais vulneráveis da sociedade”, um princípio que continua, hoje, “a nortear, inspirar e a justificar a conduta e a forma da Fundação intervir na sociedade”.

A filosofia e o legado de Bissaya Barreto continuam a inspirar todos aqueles que têm ajudado a prosseguir a sua obra, como sucedeu com Nuno Viegas Nascimento, que “herdou um legado ímpar” e que, como recorda Patrícia Viegas Nascimento, dedicou grande parte da sua vida a “consolidar e a projetar a Fundação para patamares superiores de realização, posicionando-a entre as mais prestigiadas do país”. O seu espírito inovador e criativo traduziu-se na criação de várias valências pioneiras na FBB, como o “apoio à criança, a proteção e apoio à pessoa idosa, projetos de direitos humanos e de defesa e proteção das mulheres vítimas de violência doméstica”, explicou.

Manuel Machado, presidente da Câmara de Coimbra, recordou também o trabalho desenvolvido por Viegas Nascimento, “um continuador marcante da obra social criada por Bissaya Barreto, adaptando-a às exigências de um tempo novo e sabendo empreender, de forma inovadora e com solidariedade”. O autarca sublinhou, ainda, a importância da FBB, uma instituição “ímpar na cidade, no país e na Europa, com uma missão que destaca e valoriza o melhor dos valores humanitários, éticos e de responsabilidade social” e “com um trabalho sempre inovador e criador em benefício da cidade, da pátria e da humanidade”.

Coube a Laborinho Lúcio, magistrado e ex-ministro da Justiça, abordar o tema “A criança e os direitos, a casa e a rua”, onde destacou o trabalho da FBB no campo da investigação científica.

Durante a cerimónia foi ainda entregue o Prémio Viegas Nascimento 2018 às associações Sociedade do Bem, de Évora, e Ludotempo, de Leiria, que receberam 25.000 euros.

Completados 60 anos de história, a FBB pretende, como sublinhou Patrícia Viegas Nascimento, “continuar a honrar o trabalho dos que nos antecederam, a educar e a formar para os direitos humanos; a diagnosticar problemáticas existentes e a antecipar soluções; a combater fenómenos de exclusão social, apostando no trabalho em rede e nas parcerias institucionais; a divulgar boas práticas e a estimular o debate de ideias, educando pela arte e pela cultura, e defendendo a sua importância enquanto veículo de integração e inclusão social”.


  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM