23 de Abril de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Figueira da Foz quer manter festivais de peixe

26 de Fevereiro 2021

A Associação Figueira com Sabor a Mar quer manter os festivais de peixe, eventos que, como refere, já “ganharam raízes”. A coletividade assume que “2020 não foi um ano bom” e que “as perspetivas para 2021 não são animadoras”, com os resultados até agora obtidos a causarem “alguma angústia”.

A Associação frisa, contudo, que o tecido empresarial da região tem que “acreditar que melhores dias virão”, não podendo “esmorecer”. “Resistir” é o, por isso, o lema desta coletividade sem fins lucrativos da restauração e hotelaria, criada para promover a cidade. Isso passa, também, pela manutenção dos festivais de peixe, um “certame consolidado e um cartaz apetecível para muitos, sobretudo aqueles que gostam de saborear o peixe fresco”.

“Enquanto melhores dias não vierem e perante esta apatia que a cidade vive, a Associação Figueira com Sabor a Mar está a tentar dinamizar o setor da restauração, hotelaria, pastelarias, bares e similares, com o duplo objetivo de combater a sazonalidade e promover o turismo gastronómico, os produtos locais e outras ações e atividades relativas ao turismo e gastronomia do Baixo Mondego e Litoral Centro, visando a divulgação e valorização de produtos regionais”, explica a Associação em comunicado divulgado.

Para este ano, perante a incerteza provocada pela pandemia, foram apenas calendarizados quatro festivais – do Sável e da Lampreia, Caldeiradas, Feijoada de Búzios e Bacalhau e seus derivados – esperando que contribuam para a promoção do concelho e para atrair cada vez mais gente à Figueira da Foz, não só na denominada época baixa mas ao longo de todo o ano.

“É preciso continuar a fidelizar os produtos na sua época. Se unirmos esforços e sinergias, vamos ver a Figueira progredir”, realça o presidente da Associação. Mário Esteves acrescenta que, perante a situação difícil que se vive, “não podemos ficar parados a lamentar-nos”. Pelo contrário, realça, “há que ir em frente porque a região é rica e tem muito para fazer”.

Se tudo correr como previsto, vão então realizar-se quatro festivais este ano – o do Sável e Lampreia, agendado para a segunda quinzena de março ou primeira de abril; o das Caldeiradas, de 3 a 13 de junho; o da Feijoada de Búzios, de 3 a 12 de setembro; e o do Bacalhau e derivados, de 19 a 28 de novembro.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM