2 de Dezembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Festival junta oito coros na Alta de Coimbra no fim de semana

28 de Junho 2019

Mais de 250 músicos vão participar, este fim de semana, no primeiro Festival de Coros de Coimbra, um evento pioneiro na cidade que é promovido pela União de Freguesias (UF) de Coimbra e pelos oito coros que participam nesta realização.

O programa abre amanhã, às 18h30, nos claustros do Museu Nacional Machado de Castro, com o primeiro espetáculo a contar com as atuações do Coro dos Antigos Orfeonistas, Coro Choral Poliphonico de Coimbra, Coro dos Pequenos Cantores e Coro Misto da Universidade de Coimbra.

O segundo espetáculo está marcado para domingo, também às 18h30, no interior da Igreja de S. Salvador, templo que está encerrado mas que neste dia especial vai estar de portas abertas para receber o público que irá assistir às atuações do Coro Grupo Vocal Ad Libitum, Coro Carlos Seixas, Coro D. Pedro de Cristo e Coro Chorus Ingenium.

Ambos os eventos têm acesso gratuito e convidam população e visitantes a desfrutarem destes momentos musicais mas também a apreciarem o património que a cidade oferece.

João Francisco Campos, presidente da UF de Coimbra, explica que este evento surgiu “em conversa com os vários Coros que existem na freguesia e que expressaram a necessidade de haver um festival deste género”. Começa assim um evento que a UF pretende continuar nos próximos anos, sendo intenção do executivo “abri-lo a outros grupos que este ano, pelos mais diversos motivos, não puderam ainda participar”.

João Francisco Campos destaca o importante intercâmbio gerado entre as várias entidades envolvidas nesta realização, que “estão na zona histórica da cidade, património da Humanidade” e que contribuem também “para a dinamização das instituições locais”.

“Quando falamos por exemplo no Museu Nacional Machado de Castro pretendemos dizer à cidade que temos um dos melhores museus nacionais do país, que é visitado por centenas de milhares de pessoas por ano e muito pouco pelos cidadãos de Coimbra. Queremos criar estas sinergias que são muito importantes e queremos promover o nosso património”, realça.

Durante a apresentação do festival, os representantes dos coros participantes enalteceram também a importância destes eventos que aliam música, cultura e património e manifestaram-se disponíveis para colaborar em outras organizações que a UF dinamize e que tenham em vista esta promoção da cidade e do seu património, material e imaterial.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM