17 de Abril de 2024 | Coimbra
PUBLICIDADE

Festival Gastronómico faz da chanfana a “rainha” das mesas lousanenses

17 de Fevereiro 2023

O concelho da Lousã já tem as “mesas a postos” para receber o 11º Festival Gastronómico da Chanfana. De hoje (17) até 26 de fevereiro são 19 os restaurantes que prepararam um menu completo, da entrada à sobremesa, sendo esta iguaria tão tradicional a chefe da ementa, não fosse a Lousã uma das “Terras da Chanfana”.

“É um motivo de satisfação verificar uma participação tão expressiva por parte dos restaurantes”, disse o presidente da Câmara Municipal da Lousã, Luís Antunes, durante a conferência de imprensa, que teve lugar na segunda-feira (13), no restaurante Casa Bacalhau, situado no Padrão.

Este é um dos perto de duas dezenas de estabelecimentos onde pode desfrutar de uma autêntica experiência gastronómica, que está apenas à distância de uma reserva. Aqui, neste espaço que se destaca pela sua tradicionalidade, num ambiente bem acolhedor, os visitantes podem deliciar-se com a típica chanfana, acompanhada de grelos e batata cozida, e sopa de casamento, também ela um prato característico desta região. A acompanhar esta ementa de “deixar água na boca” está o vinho tinto da Quinta de Foz de Arouce, um dos parceiros desta iniciativa.

“A chanfana é um prato que representa a nossa cultura gastronómica. É uma herança que adquirimos dos nossos antepassados e, apesar de ao longo dos tempos ter vindo a sofrer algumas alterações na sua confeção, é um prato que continua a respeitar os seus ingredientes base”, salientou a representante da Associação Empresarial Serra da Lousã (AESL), Carina Rodrigues, também parceira e presente na apresentação do festival.

Para entrada, o cliente é contemplado à mesa com broa caseira confecionada em forno de lenha e azeitonas. Uma “explosão de sabores” que adoça o paladar para o prato principal. Apesar de se tratar do Festival Gastronómico da Chanfana, não é só com esta iguaria que os visitantes se podem deliciar, uma vez que os restaurantes aderentes também prepararam sobremesas enriquecidas com os sabores únicos da região, como o Mel Serra da Lousã ou o Licor Beirão, “dois produtos que integram a ‘mesa Terras da Chanfana’” e também parceiros desta iniciativa, reforçou Luís Antunes. Neste caso, pode degustar a torta de cenoura, de laranja, pudim de Licor Beirão com lima ou ainda o requeijão com Mel Serra da Lousã.

No final desta “aventura” gastronómica, os comensais são convidados a responder a um inquérito de satisfação, “de modo a obtermos a opinião dos visitantes para melhorarmos a sua experiência nas edições futuras”, explicou o autarca. O edil municipal aproveitou para revelar que cada pessoa que responda ao questionário fica habilitada a ganhar um dos cinco prémios que vão ser sorteados no final do festival: uma estadia para duas pessoas em Unidade de Alojamento da Lousã (primeiro prémio), uma refeição para duas pessoas em restaurante aderente e um passeio de Tuk Tuk à vila e Castelo de Arouce (segundo prémio), uma garrafa de vinho Foz de Arouce e uma de Licor Beirão (terceiro prémio), um frasco de Mel da Serra da Lousã e chá “Planta do Xisto” (quarto prémio) e uma broa de Serpins, uma caixa de pastéis de Alvite e uma caixa de Serranitos (quinto prémio), “todos produtos locais”, destacou Luís Antunes.

Mas a experiência não se fica por aqui, pois cada visitante tem direito a levar para casa uma recordação que vai certamente fazer com que queira voltar às terras lousanenses não só para desfrutar destes sabores, como também de outras atividades, pois de acordo com o presidente da Câmara durante o festival haverá também descontos em outros setores de atividade do concelho. Trata-se de uma mini caçoila de barro preto “servida” com um pequeno papel que revela a tradicional receita da chanfana. “É uma maneira de divulgar e a estimular os comensais a replicar este prato e eles próprios confecionarem esta iguaria, uma das maravilhas gastronómicas do nosso país”, vincou o autarca.

Assim, com os ingredientes base (carne de cabra velha, sal, azeite, colorau, louro, uma cabeça de alho, pimenta ou malagueta e vinho tinto) pode confecionar esta iguaria que aconchega os estômagos todos os dias do ano.

 


  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM