24 de Setembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Festival da Chanfana convida a visitar Lousã

21 de Fevereiro 2020

A chanfana, “ex-libris” da gastronomia regional, está de regresso a 19 restaurantes da Lousã. O Município promove, de hoje a 1 de março, o 9.º Festival da Chanfana, um evento que promete atrair muitos visitantes ao concelho, contribuindo assim para a dinamização da economia local e para a promoção do território em termos turísticos.

Eleita uma das sete “Maravilhas” da gastronomia portuguesa, a chanfana está novamente em destaque nos restaurantes da Lousã. Apresentado na segunda feira, o Festival vai decorrer em 19 estabelecimentos que, de hoje a 1 de março, convidam população e visitantes a degustarem uma das especialidades mais conhecidas da cozinha regional.

O presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes, recordou que a autarquia promove três festivais gastronómicos ao longo do ano – Chanfana, Cabrito (em abril e maio) e Sabores e Outono (em outubro) – com o objetivo de “reforçar a atratividade e a procura efetiva pelo concelho”, afirmando-o assim em termos turísticos e apostando também na promoção dos produtos endógenos e identitários da Lousã. “Queremos aproveitar a capacidade de mobilização que a gastronomia tem atualmente no país para potenciar os nossos produtos e este é, claramente, um produto identitário do concelho e da região, que está connosco em vários momentos das nossas vidas”, explicou.

Luís Antunes realçou ainda que é preciso “tirar partido do saber fazer” da restauração, que se distingue pela qualidade da sua gastronomia e pela forma como, no dia a dia, conjuga nas suas ementas os vários produtos endógenos da região.

No caso da chanfana, destaca ainda o trabalho que tem vindo a ser feito pela Dueceira – Associação de Desenvolvimento do Ceira e Dueça que, para além da candidatura vencedora que apresentou, no ano passado, ao concurso “7 Maravilhas Gastronómicas de Portugal”, numa união dos quatros municípios que a integram (Lousã, Miranda do Corvo, Penela e Vila Nova de Poiares), tem continuado a trabalhar no sentido de valorizar a chanfana, inserindo-se estes e outros eventos gastronómicos na promoção que a Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra tem vindo a fazer no âmbito da candidatura “Coimbra – Região Europeia de Gastronomia 2021”.

São todos estes elementos distintivos, bem como a projeção conquistada a nível nacional com o título de “Maravilha” de Portugal que faz antever um grande festival. Luís Antunes adianta que esta conquista trouxe já reflexos positivos para o concelho e para a região e espera que a grande afluência se mantenha este ano. Realça que estes festivais gastronómicos têm ajudado a “combater a sazonalidade” e congratula-se com a “procura mais acentuada que se tem verificado ao longo do ano”.

A cabra velha, confecionada em caçoilos de barro e assada durante horas nos fornos de lenha, é a “estrela” nos 19 restaurantes aderentes – O Burgo, Tó dos Frangos, Sabores da Aldeia, Ti Lena, O Gato, Borges, Adega da Vila, Villa Lausana, Casa dos Frangos – Restaurante S. Paulo, Mimosa da Beira, Casa Bacalhau, Estrela Dourada, Taberna Burguesa, Carocha, O Pancinhas, Alto do Padrão, Q. B. Restobar, Manuel da Póvoa e Pizzaria Figueiredo’s. Estes estabelecimentos apresentarão também outras sugestões mais inovadoras, confecionadas com base neste produto, tanto nas entradas como nos pratos principais, e darão especial preferência aos produtos endógenos da Lousã nas suas criações, desde as entradas às sobremesas.

Presente na apresentação, o presidente da Associação Empresarial Serra da Lousã (AESL), Carlos Alves, sublinhou a importância que estes eventos têm para “a dinamização do território e para os agentes económicos locais”.

Já o chef Flávio Silva enalteceu o facto de valorizarem os produtos endógenos que, juntamente com a chanfana propriamente dita, ajudam a levar mais longe o nome da Lousã.

O secretário da CIM, Jorge Brito, louvou “a perseverança e o trabalho” que a Lousã tem tido para reforçar a atratividade do concelho em termos gastronómicos, um setor que, juntamente com o dos vinhos, tem forte poder na promoção dos territórios e na dinâmica da economia.

Este evento conta com os apoios da AESL, Turismo Centro de Portugal, Aldeias do Xisto, Delta Cafés, Quinta da Foz de Arouce, Licor Beirão, Pastelaria São Silvestre e Lousãmel.

Flávio Silva, Carlos Lopes, Luís Antunes, Carlos Alves e Jorge Brito apresentaram o 9.º Festival da Chanfana


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM