1 de Dezembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Festas de S. Mateus promovem reencontro festivo dos sourenses

20 de Setembro 2019

As festas de S. Mateus animam Soure até terça feira (24 de setembro). As celebrações, que promovem o reencontro festivo dos sourenses, começaram ontem (19 de setembro) e contam com todas as atrações habituais. História, tradição e modernidade conjugam-se neste grande evento que envolve todo o concelho e atrai largas centenas de expositores, mostrando todo o dinamismo e potencialidades desta região.

Recheadas de história e tradição, as festas de S. Mateus assumem-se, acima de tudo, como a grande festa dos sourenses, promovendo o reencontro festivo dos muitos filhos da terra que se encontram espalhados pelo país e pelo mundo. Durante a apresentação do evento, o presidente da Câmara Municipal de Soure, Mário Jorge Nunes, destacou a tradição que o S. Mateus tem no concelho, bem como a importância que tem para os sourenses, que aí vivem ou regressam nesta altura à sua terra natal para desfrutarem das festas e reencontrarem familiares e amigos.

Mantendo o modelo dos últimos anos, a festa prolonga-se por seis dias, um tempo que o autarca considera “suficiente para que as pessoas da terra se sintam e se revejam no S. Mateus e neste conjunto de eventos do concelho”, que “mantém vivas as suas tradições”.

Com um cartaz musical recheado, as festas continuam a manter todos os seus eventos emblemáticos, desde as feiras de cariz tradicional – nozes, madeira, cebolas, generalista –, à Feira das Freguesias e à moderna FATACIS – Feira de Artesanato, Turismo, Agricultura, Comércio e Indústria de Soure.

As festas continuam a ser realizadas por uma comissão executiva constituída para o efeito. Santos Mota, membro da comissão e presidente da Junta de Freguesia de Soure, sublinhou a importância que estas festas – as maiores realizadas anualmente – têm para o concelho e para os seus habitantes. “Esta é uma festa com grande tradição, com cariz medieval e houve uma preocupação de manter esse forte cariz tradicional”, realçou, sublinhando também a “preocupação de ir ao encontro de espetáculos diferentes, para todos os gostos, sempre com o intuito de haver melhorias a cada ano, investindo em qualidade e diversidade”, de forma a “dignificar a vila e o concelho”.

Teresa Pedrosa, que integra também a comissão, enalteceu a projeção que tem esta festa, que “é de todos os sourenses que vivem no concelho e também de todos os que aqui têm as suas raízes”.

Participaram ainda na apresentação Patrícia Pereira, Gil Soares e Manuela Santos, vereadores da autarquia que fazem parte desta equipa, que destacaram também o facto de o S. Mateus ser uma festa para todas as idades, um evento para as famílias, que mostra a riqueza de Soure e um “fator de orgulho”, onde se pode ver o que se faz no concelho. Realçaram que a equipa espera que o S. Mateus “corra bem”, tendo trabalhado em todas as vertentes para que tal suceda e para que todos sintam que “vale a pena vir a Soure durante o S. Mateus”.

A festa começou ontem e assegura muitos momentos de celebração, com os múltiplos eventos a espalharem-se, como manda a tradição, pelas várias ruas e espaços da vila, onde se vão reunir, até terça feira, largas centenas de expositores, do concelho, da região, do país e, ainda, de vários pontos do mundo. De acordo com o presidente da Câmara, no ano passado estiveram representadas no S. Mateus 32 nacionalidades, demonstrando assim que este é um evento multicultural.

S. Mateus é diversidade e é assim que pretende continuar a ser. A par com a moderna FATACIS, que conta com cerca de 200 expositores presentes (lotação esgotada), muitos outros produtos vão encontrar-se na vila, como os têxteis, o artesanato, produtos endógenos e outros artigos que são comercializados nesta feira franca e nesta festa que é percorrida todos os anos por muitos milhares de pessoas.

Atrações para todos os públicos

Como não há festa sem música, o S. Mateus conta com um atrativo cartaz musical, preparado para agradar a públicos de todas as idades. Os espetáculos abriram ontem com Carminho e continuam hoje com Waze e Balbúrdia, amanhã com Nuno Barroso e Além Mar e David Carreira, no domingo com Herman José & Octeto e na segunda com Quina Barreiro e Rockluso.

O programa integra ainda muitas outras atividades durante os seis dias, como bailes, atuações diversas, animação de rua, eventos desportivos, rastreios de saúde e outras iniciativas que envolvem os grupos musicais, as filarmónicas, os ranchos folclóricos e etnográficos e outras coletividades do concelho.

Das múltiplas iniciativas, destaque para o Café à Moda Antiga (hoje, às 21h00, na Praça Heróis Coutinho e Cabral); para a transmissão do programa da TVI “Juntos em Festa” (amanhã durante a tarde, a partir da Praça da República); para a Noite de Folclore do Concelho (amanhã, a partir das 19h00, no Parque da Várzea); para a Tarde de Folclore do Concelho (domingo, a partir das 15h00, na Praça da República); para o 20.º Torneio de Remo Adaptado Sem Limites (segunda, a partir das 10h00); e para o Dia da Família Sourense (terça feira, a partir das 15h30, na Capela e Olival de S. Mateus).

Celebrações religiosas na Capela de S. Mateus

As festas de S. Mateus contam também com vários eventos de cariz religioso, que continuam a atrair muitos fiéis. Amanhã, às 11h00, celebra-se o Dia Litúrgico de S. Mateus, na Capela de S. Mateus. No mesmo templo, são celebradas missas no domingo às 9h30, às 11h30 e às 15h30, na segunda feira às 11h00 e na terça às 16h30.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM