10 de Maio de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Estudo analisa impacto da dieta mediterrânica na saúde

15 de Fevereiro 2019

Uma equipa da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC) está a participar num estudo internacional sobre o impacto da dieta mediterrânica na obesidade juvenil e doença cardiovascular. Designado MED4Youth (“Mediterranean enriched diet for tackling youth obesity”), o projeto recebeu 93.815 euros de financiamento, da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, decorrente do programa Parceria para a Investigação e Inovação na Área do Mediterrâneo.

Os investigadores da FMUC vão participar na implementação de um estudo multicêntrico para perceber se a dieta mediterrânica com restrição de energia é mais eficiente no combate à obesidade do que a dieta convencional com baixo teor de gordura. “Utilizando as mais modernas tecnologias, pretendemos esclarecer se a dieta mediterrânica pode influenciar a microbiota intestinal e os metabolitos derivados do intestino. Queremos conhecer os mecanismos através dos quais a dieta mediterrânica exerce os seus efeitos benéficos contra a obesidade juvenil e as doenças cardiovasculares”, salientou Maria Filomena Botelho, que lidera o projeto em Portugal.

Além do objetivo fulcral, este projeto apresenta uma aplicação web que motiva jovens obesos a adotar comportamentos mais saudáveis. “É fundamental que as pessoas saibam fazer escolhas alimentares acertadas, particularmente quando se tratam de adolescentes”, acrescentou.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM