18 de Abril de 2024 | Coimbra
PUBLICIDADE

António Inácio Nogueira

ESTOU SÓ

17 de Fevereiro 2023

Estou só. Vivo com um coração esquartejado de dor. Não me apetece deixar de estar só.

Nas curvas apertadas do meu rosto nasceram, há muito, as estradas do tempo, linhas de vida. São traços mal traçados de dor e paixões, também memórias e testemunhos imperecíveis.

Amanhã serei o tempo que vivi – que passou – que determinou. Amanhã serei a estrada, – vadia – mal traçada – sem condutor, sem condução, sem nada.

António Inácio Nogueira

  1. 02.2023

  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM