27 de Setembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Estórias de Santa Clara: Lenda do Pagem

9 de Novembro 2018

Por José Simão

Isabel de Aragão, Rainha Santa Isabel, tinha ao seu serviço um pajem que havia trazido de Espanha e que a ajudava na missão de socorrer os mais pobres. A presença do garboso pajem perto da Rainha e a confiança que a soberana tinha nele, suscitou algumas invejas e ciúmes dentro da corte. Um cortesão, conselheiro de D. Dinis, andou maldosamente, junto do Rei D. Dinis a criar suspeitas sobre o pajem e a Rainha, ao ponto do Rei mandar chamar um súbdito que era dono do forno da cal, ordenando-lhe que na manhã seguinte, quando recebesse um enviado que o procurasse e dissesse para cumprir as ordens reais, o agarrasse e atirasse de imediato ao forno em chamas.

Ao alvorecer da manhã seguinte o pajem da Rainha ao subir a colina do Monte da Esperança, onde se situa o Convento da Rainha Santa, ao passar no Mosteiro de S. Francisco da Ponte, ouviu a celebração de uma missa e entrou na capela para assistir à homilia. Entretanto, o Rei impaciente, por não saber se o pajem já estaria morto, chamou o conselheiro, mandando-o ao forno da cal a saber de notícia sobre o pagem. O “caluniador” partiu em alto galope até ao forno da cal. Lá chegado foi direito ao forneiro dizendo que era um enviado do Rei e queria saber se o forneiro já tinha cumprido a ordem Real. O forneiro sem hesitações agarrou no mensageiro do Rei e atirou-o para dentro do forno da cal.

Passado algum tempo chega o pajem ao forneiro perguntando-lhe se as ordens Del-Rei foram cumpridas, ao que o forneiro respondeu: “Dizei a El-Rei que obedeci humildemente às suas ordens”. De volta ao Paço, o pajem dirige-se à sala do Rei e prostrando-se perante sua alteza transmitiu-lhe a resposta do forneiro.

O Rei ficou sem fala, vendo na sua frente aquele que julgava reduzido a cinzas. Averiguando o sucedido, atribuiu a troca dos mensageiros aos desígnios de Deus e depressa se arrependeu de ter duvidado da seriedade da sua formosa Rainha Santa Isabel.

É uma lenda, mas o Forno da Cal existe mesmo na Rua do Milagre das Rosas em Santa Clara e é hoje propriedade da família Carrington da Costa.

Poderá também ouvir as Estórias de Santa Clara contadas por José Simão, presidente da União de Freguesias de Santa Clara e Castelo Viegas, às sextas feiras no programa da manhã da Rádio Regional do Centro (96.2 FM), entre as 7h00 e as 8h00. www.radioregionalcentro.com


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM