23 de Agosto de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

Empresas gazela estimulam economia e tornam região Centro mais competitiva

3 de Maio 2019

O Centro de Portugal conta com 95 empresas gazela, empresas jovens que num curto período de tempo apresentam um crescimento acelerado no emprego e no volume de negócios, contribuindo assim para estímulo da economia da região.

“Trata-se de uma reduzida percentagem do universo das empresas, presentes em todos os setores de atividade e diferenciando-se, também, pelo seu posicionamento nos mercados e pela sua capacidade de gestão e de risco. São responsáveis por estimular a economia e contribuem decisivamente para a coesão e a competitividade da região Centro”, realça a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) em nota divulgada.

“Compreender o dinamismo e o sucesso destas empresas é uma prioridade para a região Centro e um importante indicador para as políticas públicas. São exemplos destes que procuramos e queremos multiplicar, numa região em que parte da sua riqueza reside na diversidade. No setor empresarial regional, a diversidade é notória quer em termos de atividades económicas, das mais tradicionais às mais inovadoras, quer na dimensão das suas empresas. A resiliência e a capacidade empreendedora dos nossos empresários merecem a nossa distinção”, explica a presidente da CCRDC, Ana Abrunhosa.

O estudo efetuado pela CCDRC, que pelo sétimo ano consecutivo faz este apuramento, destas 95 empresas gazela na região Centro, destaca o facto de o número de empresas gazela identificadas neste território ter aumentado 16 por cento face ao ano de 2017, passando de 82 para 95 empresas em 2018. Evidencia também o elevado potencial que estas empresas têm para gerar novos de postos de trabalho, tendo triplicado as pessoas ao serviço entre 2014 e 2017, passando de 967 trabalhadores para 3.063 trabalhadores. Em termos de volume de negócios cresceu de forma significativa (388 por cento) entre 2014 e 2017, comprovando que mesmo em anos de maiores constrangimentos estas empresas conseguem continuar a expandir as suas atividades, pois faturaram 66 milhões de euros em 2014 e 324 milhões de euros em 2017. Entre outras conclusões, de referir que estas empresas estão, em termos geográficos, bastante disseminadas pelo território, repartindo-se por 41 municípios da região Centro, sendo os concelhos de Coimbra e Leiria os que têm um maior número, com oito empresas gazela cada, seguidos pelos municípios de Aveiro (sete), Torres Vedras e Viseu (com cinco, cada). Com três empresas gazela, encontram-se sete municípios: Alcobaça, Alenquer, Arruda dos Vinhos, Caldas da Rainha, Estarreja, Ílhavo e Mangualde.

O reconhecimento a estas empresas e aos seus empresários, que diariamente criam emprego e riqueza, foi feito oficialmente na terça feira à noite, numa Gala que decorreu em Leiria.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM