17 de Outubro de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

Eiras recria domingo Cortejo do Imperador

14 de Junho 2019

O tradicional Cortejo do Imperador vai ligar, no domingo (16 de junho), Eiras a Santo António dos Olivais, num percurso que vai passar também pelo Mosteiro de Celas. Cerca de 200 pessoas são aguardadas nesta reconstituição histórica que mantém viva uma tradição muito antiga e que continua a mobilizar a comunidade.

A pé ou a cavalo e sempre vestidos a rigor, os romeiros vão percorrer os quilómetros que separam o centro de Eiras do Largo dos Olivais onde, como é habitual, irão almoçar e divertir-se, montando as toalhas e sentando-se no para “recarregar” energias e para desfrutar do ambiente de confraternização.

“Mantemo-nos fiéis à tradição. O Cortejo do Imperador faz parte das tradições seculares da nossa freguesia e, como tal, continuamos a dar corpo a esta iniciativa, numa homenagem também à memória dos antepassados desta região”, realça Fernando Abel Simões. O presidente da União de Freguesias (UF) de Eiras e S. Paulo de Frades destaca, também, o forte envolvimento da comunidade e das coletividades neste cortejo, sendo habitual, para além dos romeiros que se vestem a preceito, juntarem-se muitos populares ao desfile, ao longo do percurso.

Esta longa jornada começa às 8h30, com a concentração no Terreiro da Fonte, seguindo-se a celebração de missa, às 9h00, na Igreja Matriz. Antes do início do cortejo, vai ser coroado o Imperador, às 10h00, e libertado o preso e as pombas. O início do desfile está marcado para as 10h45, seguindo os romeiros pela Rua Santo Cristo, Bairro da Liberdade, Ingote, Vale Figueiras, Coselhas e Mosteiro de Celas onde, às 11h45, é apresentado o Imperador.

O Cortejo sobe depois para Santo António dos Olivais onde se realiza o almoço partilhado, com animação durante a tarde, a partir das 14h45. O regresso a Eiras acontece uma hora mais tarde, passando, desta vez, por S. Romão, Lordemão, Redonda, Escravote, Casais de Eiras e Eiras, onde, às 17h45, no Terreiro da Fonte, termina este dia de festa com o Bodo do Imperador.

Participam nesta recriação histórica populares trajados como manda a tradição, o Grupo de Cavaleiros, o Grupo Folclórico e Etnográfico de Cova do Ouro e Serra da Rocha e o Grupo de Danças e Cantares da Cidreira. Este evento marca o encerramento das festas em honra do Divino Espírito Santo, que começaram já no sábado passado e que continuam hoje à noite com um arraial animado pela banda Kremlin e amanhã pela banda Vinil, havendo também música e bar aberto durante o dia.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM