25 de Setembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Coimbra mantém descontos nos passes dos transportes públicos

31 de Janeiro 2020

A Câmara Municipal de Coimbra mantém o desconto nos passes de transportes públicos, assegurando 14 por cento de desconto no caso dos passes gerais e para idosos e 32 por cento nos dos estudantes.

O presidente da autarquia, Manuel Machado, propôs que neste ano de 2020 o custo dos passes dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC) continue a ser reduzido, à semelhança do que acontece desde abril de 2019, medida que foi aprovada pelo executivo na reunião de segunda feira.

A autarquia explica que “vai aplicar cerca de 780 mil euros (60 por cento) das verbas atribuídas pelo Governo através do Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos (PART)”. Os restantes 40 por cento da verba atribuída para 2020 (cerca de 525 mil euros), vão permitir que a Câmara continue a aumentar a oferta de serviço e a expandir a rede dos SMTUC.

Recorde-se que PART foi lançado pelo Governo com o “objetivo de combater as externalidades negativas associadas à mobilidade, nomeadamente o congestionamento, a emissão de gases de efeito estufa, a poluição atmosférica, o ruído, o consumo de energia e a exclusão social”, como se pode ler no Despacho n.º 1234-A/2019, dos ministérios das Finanças e Ambiente e Transição Energética, publicado a 4 de fevereiro, na 2.ª Série do Diário da República.

No concelho de Coimbra, a redução do custo dos passes dos transportes públicos acontece desde abril do ano passado. Este ano o Passe Rede Geral vai continuar a custar 30 euros (ao invés de 35 euros). Já os Passes da Terceira Idade e Reformado/Pensionista por Incapacidade mantêm-se nos 15 euros (baixa 2,5 euros) e os Passes Sénior + e Reformado/Pensionista por Incapacidade + nos 12 euros (baixa 2 euros). Já os estudantes do ensino superior vão continuar a poupar sete euros por mês no passe, que passou a custar 15 euros em abril de 2019, numa redução de 32 por cento, a maior desta reestruturação tarifária.

De acordo com o Município, o passe estudante é mesmo o mais vendido dos SMTUC (cerca de 38 mil no ano passado). “Se este é um incentivo para que os jovens usem cada vez mais os transportes públicos, é também, ao mesmo tempo, um apoio da autarquia às famílias que têm vários encargos para suportar o acesso dos estudantes ao ensino superior”, explica a Câmara Municipal.

Este programa prevê ainda o aumento da oferta e ampliação da rede dos SMTUC, que representa a aplicação de 40 por cento do PART (525.432,43 euros). Assim, depois dos transportes públicos terem chegado, em 2019, a Almalaguês (via Anaguéis, Rio de Galinhas e Monforte), Zorro, Cernache (via Covões e Loureiro) e Assafarge, a autarquia vai continuar a expandir a rede, designadamente à zona norte do concelho.

O Município recorda que, para além destas novidades, já apoia os passes combinados, que servem as freguesias onde os SMTUC ainda não operam. Nestes casos, os utentes apenas pagam 35 euros, suportando a autarquia o valor do diferencial correspondente ao custo real desse passe, o que corresponde a reduções, em média, na ordem dos 75 por cento.

O investimento financeiro neste apoio aos passes combinados é de cerca de 400 mil euros, suportados pelo orçamento municipal, valor que tende a reduzir com a expansão da rede de transportes municipais.

Já para o ano letivo em curso, o Plano Municipal de Transportes Escolares garantiu o passe gratuito a todos os alunos de escolas do concelho, com domicílio fiscal no Município de Coimbra, do pré-escolar ao secundário.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM