19 de Maio de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

Coimbra assinala amanhã Dia Mundial do Sono

14 de Março 2019

“Dormir bem, envelhecer melhor” é o tema do colóquio que assinala amanhã (15 de março), em Coimbra, o Dia Mundial do Sono. Promovido pela Associação Portuguesa do Sono (APS), em colaboração com o Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra (UC), este evento decorre, a partir das 14h30, no Auditório do Conservatório de Música de Coimbra.

Durante a tarde, vai ser abordada a importância de um sono com qualidade em múltiplas dimensões, como a higiene do sono das crianças e adolescentes, que foi pretexto para um concurso de desenho nacional; a síndrome da apneia do sono que é base de uma performance teatral criada pela Marionet; a importância de um bom sono para um bom envelhecimento; e recomendações para todas as idades de como ter um sono saudável.

O programa inclui ainda um debate sobre sono e religião, que irá abordar a forma como os Livros das Grandes Religiões Proféticas (a Tora do Judaísmo, a Bíblia do Cristianismo e o Alcorão do Islamismo) analisam a importância de dormir.

De acordo com os organizadores, vão estar no auditório o líder da comunidade muçulmana, Sheik David Munir; um crente e estudioso de teologia católica, Isaías Hipólito; um crente hebraico e antigo presidente da Câmara Municipal de Castelo de Vide, Carolino Tapadejo; o presidente da Associação Portuguesa do Sono, Joaquim Moita; e a cientista Cláudia Cavadas.

Com este evento, a organização pretende transmitir a mensagem de que “o bem-estar físico, mental e social é melhor se dormir bem, não importa a idade”. “A qualidade do sono é um dos pilares fundamentais da saúde, a que se juntam a estabilidade emocional, alimentação adequada e a prática de exercício físico”, sublinham os promotores, acrescentando que este colóquio visa, ainda, “enfatizar que dormir mal causa várias doenças e terá consequências na qualidade de vida presente e futura” e mostrar que “o sono tem impacto sobre todos os aspetos da vida e a sua má qualidade pode ser responsável pelo aparecimento de várias doenças orgânicas ou psicológicas”.

Durante o colóquio vão também ser entregues os prémios do concurso “Dormir bem, envelhecer melhor”, que a Associação Portuguesa de Sono promoveu, numa parceria com o Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra, junto dos alunos das escolas de todo o país.

De destacar ainda uma conversa entre as especialistas Maria Helena Estêvão, Ana Allen Gomes e Ana Rita Álvaro, que vão abordar os cuidados que se devem ter desde a infância até à idade sénior.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM