4 de Agosto de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Ciclo de concertos percorre igrejas das freguesias do concelho

18 de Junho 2021

As igrejas das freguesias de Coimbra acolhem, durante dois meses, o ciclo de concertos “Música n’ Aldeia”, que integra a realização de 21 espetáculos até 25 de julho.

Dinamizado pela Câmara, este projeto resulta de uma proposta vencedora da terceira edição do Orçamento Participativo (OP), que teve como tema “Coimbra 2027: candidatura a Capital Europeia da Cultura”. Da autoria de Diana Luís Antunes, professora de música e violetista, a proposta obteve 115 votos e pretende levar a música erudita a todas as freguesias do concelho.

Com uma dotação financeira de 60 mil euros, o programa integra quatro ciclos musicais – música renascentista, barroca, clássico romântica e contemporânea – e conta com a participação de centenas de músicos, que vão executar inúmeras peças e instrumentos musicais, desde a harpa, violino ou violoncelo, passando pelo piano, viola, contrabaixo ou instrumentos de sopro, sem esquecer a atuação de grupos corais.

De acordo com o Município, vai ser “uma viagem pela história da música, mas também pelo património de Coimbra, sobretudo aquele que é menos conhecido, mas não menos importante”.

Trata-se, assim, de uma programação eclética e bastante relevante, não só pela dimensão e importância musical, mas também pelo caráter descentralizador, assente na importante missão de fazer chegar este tipo de programação a uma franja da população que, habitualmente, não tem o mesmo acesso a este tipo de música e eventos do que as populações dos centros urbanos.

Os espetáculos decorrem todas as sextas feiras e sábados às 19h00 e aos domingos às 17h00. Depois da estreia na semana passada, continuam hoje na Igreja Paroquial de Cernache, com Camerata Joanina (música barroca); amanhã na Igreja Paroquial do Botão com Ensemble Mpmp (música contemporânea); e no domingo na Igreja da Imaculada Conceição, em Cioga do Campo, com Marta Tojal, Susana Milena e Rodrigo Carvalho (música clássico romântico).

Os concertos continuam no dia 25, na Igreja Matriz de Eiras; no dia 26, na Igreja Matriz de Almalaguês; e no dia 27, na Igreja Matriz de Torre Vilela. Em julho há concertos no dia 2 na Igreja Paroquial de Assafarge; no dia 3, na Igreja Paroquial de Ceira; no dia 4, no Auditório do Conservatório de Coimbra; no dia 9, na Igreja Paroquial de São Martinho do Bispo; no dia 10, na Igreja de Santo António dos Olivais; no dia 11, no Seminário Maior; no dia 16, no Mosteiro de Santa Clara-a-Nova; no dia 17, na Igreja Matriz Torres do Mondego; no dia 18, na Igreja Matriz de São Martinho de Árvore; no dia 23, na Igreja Paroquial de Antuzede; no dia 24, na Igreja Matriz de Brasfemes; e no dia 25, no Auditório do Conservatório de Coimbra.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM