24 de Setembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra regista primeiro caso

13 de Março 2020

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) regista já um caso positivo de “Covid-19”. O anúncio foi feito na terça feira à tarde, pelo presidente do Conselho de Administração, Fernando Regateiro, que apelou também ao “comportamento cívico da população” e aconselhou as pessoas a dirigirem-se aos serviços de urgência dos hospitais apenas “em última instância”, devendo primeiro recorrer à Linha Saúde 24 ou aos respetivos centros de saúde.

Fernando Regateiro não adiantou grandes informações sobre o doente afetado, confirmando apenas que se trata de um adulto, da região Centro, da “área de influência” do CHUC, que foi encaminhado para esta unidade hospitalar já depois de “validado e referenciado”, tendo sido realizados posteriormente os necessários testes e confirmada a infeção, encontrando-se o cidadão em isolamento no Serviço de Infecciosas.

Apesar deste ser o primeiro caso confirmado, o presidente do CHUC explicou que o hospital tem vindo a preparar-se há cerca de um mês, trabalhando de acordo com o ‘Plano de Contingência’, para poder assegurar “uma resposta robusta e preparada” ao coronavírus. Na segunda feira tornou-se num dos centros de referência nacionais para receber estes casos, não só no pólo dos Hospitais da Universidade de Coimbra mas também no Hospital Geral (Covões) e no Hospital Pediátrico.

Nesta fase, de acordo com Fernando Regateiro, o HUC dispõe de cinco quartos de isolamento e pressão negativa no Serviço de Infeccionas (que está fechado a visitas) e, caso seja necessário, estão mais 27 camas preparadas nas enfermarias daquele serviço. No Hospital dos Covões estão já disponíveis nove camas mas, caso se justifique, é possível chegar às 31, estendendo a resposta para os Serviços de Recobro e de Cirurgia. No Hospital Pediátrico estão preparados quatro quartos de isolamento e pressão negativa e um nos cuidados intensivos, estando a ser preparados mais dois. Em preparação está também mais um quarto de pressão negativa no Serviço de Urgência que, segundo o presidente do CHUC, deve estar pronto hoje ou amanhã.

Sobre o procedimento adotado, Fernando Regateiro explicou que todos os casos suspeitos que chegam ao hospital são testados, com os doentes a serem colocados em quartos de isolamento enquanto esperam pelos resultados. Nos casos negativos, os doentes regressam às suas casas, nos positivos são encaminhados, de imediato, para os quartos de isolamento destinados a esse fim.

Com os números de casos a aumentar, o presidente do CHUC reforçou o apelo a “um comportamento responsável”. Pediu, por várias vezes, para que as pessoas “evitem a urgência para evitar a contaminação” e anunciou que, no contexto hospitalar, está a ser criada uma linha de apoio aos cidadãos, através do Serviço de Psiquiatria, e um grupo de apoio psicológico, dirigido aos profissionais de saúde. Elogiou o trabalho e dedicação de todos os profissionais e manifestou o desejo de que a Linha Saúde 24 comece realmente a funcionar nas devidas condições.

Visitas suspensas

Ontem o Conselho de Administração do (CHUC) deliberou a “suspensão temporária de visitas a doentes internados em todas as suas unidades hospitalares”. O Hospital Pediátrico tem algumas particularidades, mantendo o utente o acompanhamento mas não podendo receber mais visitantes, enquanto as as grávidas ou parturientes internadas poderão ter um visitante.

Durante o período de restrição de visitas, o enfermeiro de acolhimento informa o utente internado para contactar telefonicamente os familiares ou, na impossibilidade de o utente o fazer, as equipas médicas e de enfermagem transmitirão informação, de forma regular, ao contacto significativo ou acompanhante de referência previamente indicado.

O Conselho de Administração “apela à compreensão de todos para esta imprescindível medida preventiva, visando a segurança dos doentes e dos seus familiares e amigos, bem como dos profissionais do CHUC e procurará minimizar o impacto desta medida de carácter temporário, através da divulgação tempestiva de informação pertinente”.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM