8 de Maio de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Centro de Saúde de Souselas com serviços limitados por falta de funcionários

8 de Janeiro 2021

O Centro de Saúde de Souselas encontra-se a funcionar de forma limitada devido à falta de assistentes técnicos que permitam o normal funcionamento dos serviços administrativos daquela unidade de saúde. Depois do encerramento na segunda feira, o posto de saúde está agora a assegurar apenas os serviços de enfermagem e as consultas já agendadas antecipadamente, situação que o presidente da União de Freguesias (UF) de Souselas e Botão, Rui Soares, lamenta e está a tentar ajudar a resolver, através da cedência de uma das funcionárias da Junta para assegurar este serviço temporariamente.

Rui Soares responsabiliza o “Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Baixo Mondego e a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) por esta situação, já que não trataram de substituir os assistentes técnicos”. Entende que o não funcionamento pleno do Centro de Saúde é ainda mais grave nesta fase em que todos estão preocupados com a covid-19 e lamenta que, depois da saída de uma das funcionárias e da situação de baixa prolongada de outra, não tenham sido acautelados os meios humanos necessários para garantir os serviços. “Restaram duas técnicas, uma está em Eiras e a outra está de baixa médica, o que nos deixa sem ninguém para Souselas”, lamenta.

O presidente explica que tentou falar, sem sucesso, logo na segunda feira com a presidente da ARSC, Rosa Reis Marques, e que tem articulado também com o Diretor da Unidade de Saúde Familiar Coimbra Norte, António Alegre, e com o Diretor do ACES Mondego, José Luís Biscaia, no sentido de a UF ajudar a resolver a situação, “disponibilizando a colaboradora da Junta para ir provisoriamente para a secretaria do posto médico”, de forma a que possam ser retomados todos os serviços “o mais rapidamente possível”.

Contactada pelo “O Despertar”, a ARSC confirmou na segunda feira o “encerramento temporário da Extensão de Saúde de Souselas por falta de assistentes técnicos por motivos de doença” e deu conta que a situação deveria ser “ultrapassada durante a presente semana com recurso a contratação de assistentes, processo que está a ser desenvolvido pelo ACeS BM e pela ARS Centro”.

Rui Soares sublinha a importância que esta unidade de saúde tem para a UF, que gostaria mesmo de ampliar as suas instalações, de forma a servir todos os utentes que ali querem ser acompanhados. “Temos um projeto na Câmara há uns dois anos, temos dinheiro cabimentado para aumentar o posto, queríamos fazer dele um posto de centralidade. Há muita gente a querer vir para cá mas, com receio de que possamos pedir mais meios, a Câmara não nos está a deixar avançar com a obra”, lamenta o presidente da UF.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM