12 de Dezembro de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

Centro Cirúrgico Veterinário abre em Assafarge para fazer mais pelos animais

12 de Julho 2019

Fazer mais e melhor pela saúde e bem estar dos animais é o lema do Centro Cirúrgico Veterinário de Assafarge. Inaugurada a 22 de junho, na Rua da Escola, esta nova clínica aposta numa oferta abrangente e diferenciadora, que procura responder a todas as necessidades e dúvidas de quem tem um animal de estimação.

Disponível para consultas, domicílios, cirurgia geral e ortopédica, neurocirurgia, cirurgia de ambulatório, cirurgia de referência, recobro operatório, fisioterapia incluindo hidroterapia, assegura ainda rações medicamentosas, farmácia veterinária e outros serviços inovadores, como, medicina e cirurgia de animais exóticos, apoio a espécies pecuárias, banhos e tosquias, fotografia animal, medicina regenerativa com recurso a biomateriais e células estaminais.

Este Centro Cirúrgico privilegia o conhecimento adquirido ao longo dos anos por uma dupla de médicos veterinários – Ana Luísa Pinto, que desenvolve a área da medicina interna e anestesia, e José Miguel Campos, mais especializado em cirurgia.

Investigador na Universidade do Porto e docente na Escola Universitária Vasco da Gama, em Coimbra, o responsável do Centro Cirúrgico recorda a grande evolução registada na área da medicina veterinária, sobretudo na região Centro. “Há uns 15 anos atrás para se fazer uma neurocirurgia ou uma cirurgia ortopédica tinha que se ir a Lisboa ou ao Porto com os animais. Hoje isso já não acontece”, sublinha José Miguel Campos, defendendo “a partilha e a transmissão de conhecimentos” como uma mais valia para todos os profissionais da área. Enaltece também a troca de experiências e a parceria que se estabelece, atualmente, entre os vários colegas, sempre numa perspetiva de união e de garantir ao animal e ao seu dono a melhor resposta.

Existindo 22 clínicas veterinárias em Coimbra, José Miguel Campos decidiu abrir o novo espaço em Assafarge, de forma a cobrir a zona sul da cidade, aproximando assim estes serviços da comunidade daquela região que, em muitos casos, acabava por recorrer mesmo a serviços de outros concelhos.

Apesar da oferta abrangente, procurou apostar em serviços pioneiros e diferenciadores, especializando-se na área da cirurgia. “Durante os últimos anos tenho vindo a desenvolver trabalhos que de alguma forma me especializaram na cirurgia de tecidos moles, na cirurgia ortopédica e mesmo na neurocirugia que envolvem a generalidade das cirurgias que se fazem nos animais”, explica, sublinhando que a preocupação do Centro passa “não só por atender todos os casos generalistas mas especializar-se em melhor servir a área cirúrgica, pré-cirúrgica, a cirurgia propriamente dita e a pós-cirurgia”.

Para assegurar esta resposta global, o Centro trabalha em parceria com outros colegas veterinários, como um cirurgião de oftalmologia, um especialista na dermatologista, na cardiologia e um especialista em animais exóticos, área que, de acordo com o médico veterinário, “está em grande crescimento e é uma forte aposta deste centro”.

Cómodas e acolhedoras, as instalações estão aptas para receber e acolher os animais pelo período que for necessário. “Privilegiamos o recobro, ou seja, o animal é recebido nas nossas instalações, onde lhe é feita uma avaliação pré-anestésica e um ‘check up’ geral. Independentemente de ser uma cirurgia de rotina ou mais complexa, ele passa por um processo de avaliação global e só depois passa para o bloco operatório e para o recobro, permanecendo, por vezes, algum tempo até poder voltar para casa”, explica.

Aposta em serviços e respostas inovadores

Dos serviços e respostas inovadores, destaque, por exemplo, para a piscina de fisioterapia que, de acordo com José Miguel Campos, “na região Centro, só existe em Assafarge” e que permite fazer a reabilitação física dos animais que sofrem, por exemplo, de artroses ou que que estão a recuperar de neurocirurgias, entre muitas outras patologias.

A aposta na hidroterapia é uma das novidades, assim como na medicina regenerativa, através da aplicação de células estaminais em tecidos vivos. “Recorrendo ao conhecimento que obtive, temos aqui a possibilidade de criopreservar as células que podem ser utilizadas na regeneração dos tecidos ósseos, em defeitos com más uniões, não uniões ou atrasos na união do osso. Temos aqui um plano B, pioneiro na região Centro, ao podermos recorrer à aplicação de células estaminais removidas de animais para serem aplicadas noutros animais”, realça. Lamentavelmente trata-se ainda de um procedimento bastante dispendioso. Contudo, desde que o centro abriu, a 22 de junho, já foi utilizado uma vez.

Outra das inovações é a fotografia animal, um projeto pioneiro realizado em parceria com o fotógrafo João Azevedo, criado inicialmente para fotografar cães que se encontravam disponíveis para adoção. A fotografia animal tem vindo a crescer agora noutra vertente, com várias sessões a decorrem no centro, sempre mediante marcação, como sucede, aliás, com todos os serviços disponibilizados.

Destaque também para os banhos e tosquias, serviço que tem vindo também a crescer e que mostra a preocupação que as pessoas têm com os seus animais de estimação. “Cada vez mais as pessoas pensam no animal como um ser que entra dentro das suas camas e, como tal, é preciso desparasitá-lo, lavá-lo e tê-lo bem tosquiado”, reforça.

O centro tem também disponível serviço de domicílio, contando com um profissional que vai às exploração pecuárias e quintas dar o seu apoio.

De destacar ainda o facto de disponibilizar rações medicamentosas e funcionar como farmácia veterinária, onde o cliente pode ir levantar um medicamento mesmo sem recorrer a consulta, bem como adquirir algum fármaco que não precise de prescrição médica. A nível de rações, e dado que existe uma grande variedade nos hipermercados, foca-se em três grandes marcas que são comercializadas exclusivamente em clínicas veterinárias. “É fundamental que no que toca a alimentação as pessoas entendam que os animais são aquilo que comem e se comerem bem eles vão estar bem. Digo sempre que o melhor alimento para o nosso animal é aquele em que o tutor vê bons resultados, porque é ele que conhece melhor o seu animal”, sublinha.

Donos cada vez mais cuidadosos com os animais

Há hoje cada vez mais cuidados com os animais de companhia. José Miguel Campos explica que “as pessoas recorrem, cada vez mais, à ajuda do veterinário” e congratula-se pelo facto de se preocuparem mais com a saúde e bem estar dos seus animais. “Hoje ter um animal é um luxo porque há exigências legais que fazem com que nós tenhamos que ter a capacidade para promover o bem estar e a saúde, alimentação e condições de higiene do animal”, frisa, apelando também a uma “consciência cívica”.

“Se já temos vários animais porquê ter mais? Ou se já tenho dificuldades para que é que vou criar mais uma apadrinhando um animal que não tenho condições para receber?”, questiona o médico, considerando que é fundamental “sensibilizar as pessoas para a adoção consciente” e para a preservação da “saúde pública”.

O Centro Cirúrgico Veterinário de Assafarge funciona de segunda a sexta feira das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 20h00 e aos sábados das 10h00 às 14h00, mediante marcação, através do telefone 239 095 286. Mais informações podem ser obtidas no website, em www.ccva.pt.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM