13 de Maio de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Casimiro Simões dedica livro a António Arnaut e Louzã Henriques

18 de Outubro 2019

“Pessoas, Pensamentos e Palavras”, novo livro do jornalista Casimiro Simões, vai ser apresentado, no dia 26 de outubro, a partir das 15h00, na Filarmónica Lousanense. Teresa Alegre Portugal, autora do prefácio, vai apresentar esta obra que é especialmente dedicada a António Arnaut e Louzã Henriques, falecidos respetivamente em 2018 e 2019.

Lançado no dia em que o autor celebra 60 anos de vida, este livro inclui 70 textos, entre crónicas, contos, sátiras, outras ficções e, ainda, um poema alusivo aos 45 anos do 25 de Abril. Casimiro Simões, que está a completar igualmente 30 anos ao serviço da Agência Lusa na região Centro, evoca dezenas de figuras, públicas e menos conhecidas, maioritariamente ligadas a Coimbra, Lousã, Penela, Miranda do Corvo e Castanheira de Pera.

Apesar de, como já se disse, António Arnaut, advogado e escritor que há 40 anos foi o principal obreiro do Serviço Nacional de Saúde, e Louzã Henriques, lousanense que foi um grande impulsionador do Museu Etnográfico da Lousã, serem as personagens centrais da coletânea, o autor homenageia um conjunto mais vasto e diversificado de pessoas, como o ensaiador de ranchos João Arranca, os jornalistas João Mesquita e Américo Mascarenhas, os antigos provedor do INATEL e delegado desta instituição em Coimbra, Kalidás Barreto e João Fernandes, o bancário Fernando Velez, o eurodeputado do PS Fausto Correia, o antigo diretor do jornal Mirante Augusto Paulo, os advogados Alberto Vilaça e Luís Carlos Silva, o catedrático de Direito Orlando de Carvalho e o cantor José Afonso.

José Mário Branco também integra a obra, que abre com um poema da sua autoria, “Mudar de vida”. Ao longo de todo o livro são ainda recordadas muitas outras figuras, algumas a título póstumo.

“Pessoas, Pensamentos e Palavras” é, assim, uma seleção de histórias verdadeiras e várias de ficção, entre inéditas ou já editadas em livros e outras publicações. O livro apresenta, ainda, textos sobre política internacional, com os quais Casimiro Simões satiriza, por exemplo, a relação do Reino Unido com Portugal e a União Europeia, a situação no Brasil e nos Estados Unidos da América, com a ascensão de Bolsonaro e Trump ao poder.

Concebida pela jovem artista gráfica Mariana Domingos, da Lousã, a capa conta com contributos na fotografia da grega Georgia Bounia, bem como de Luís Garção Nunes e Fernando Moura.

O livro é apresentado por Teresa Alegre Portugal, que foi deputada e vereadora da Cultura na Câmara de Coimbra. A sessão, onde intervirão também o autor e o bibliotecário Carlos Marta Ferreira, conta com um momento musical com Manuel Rocha e Luís Garção, membros da Brigada Victor Jara, além de João Queirós e Ramiro Simões. A Companhia Marimbondo e Maria Estátua promovem a animação no exterior da sala de ensaios da Filarmónica Lousanense. O programa inclui uma breve leitura de textos, por Francisco Paz e Zé Nobre Quaresma, e encerra com um “Beirão de Honra”.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM