6 de Maio de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Cantanhede liga recinto da feira à Rua dos Bombeiros

17 de Janeiro 2020

O Município de Cantanhede vai ligar o recinto da Feira Quinzenal à Rua dos Bombeiros Voluntários. Adjudicada por 416.997 euros, a empreitada está em curso e, segundo a autarquia, visa “dotar a cidade de uma via considerada estruturante, sobretudo pelos benefícios expetáveis ao nível da acessibilidade à zona onde pontificam vários equipamentos coletivos que geram diariamente um apreciável fluxo rodoviário, designadamente o Parque Verde de S. Mateus, o Centro Social e Paroquial de S. Pedro, a Biblioteca Municipal, o quartel dos Bombeiros Voluntários e as instalações da Guarda Nacional Republicana”.

É precisamente aí que o arruamento em construção irá entroncar numa rotunda concebida para disciplinar a circulação viária na confluência com a Rua dos Bombeiros Voluntários – a principal entrada de Cantanhede – e a Rua Dr. Lino Cardoso, garantindo assim também maior fluidez ao trânsito que se dirige para o Centro Escolar, a Escola Secundária e a Escola EB 2,3 Marquês de Marialva.

A nova rua é ainda considerada “estruturante do pondo de vista urbanístico, uma vez que reequilibra a rede de acessos das áreas residenciais localizadas na zona de expansão norte da cidade, como de resto está previsto no respetivo plano de urbanização”, explica a autarquia.

O traçado estende-se ao longo do limite nascente do Parque Expo-Desportivo de S. Mateus, atravessando toda área das tasquinhas da Expofacic, o que obrigou a que tivesse sido acautelada uma solução que permite instalar os stands destinados à gastronomia regional durante a realização do evento. A obra garante, assim, a circulação rodoviária durante o ano, ficando a faixa de rodagem condicionada a uso pedonal durante o certame.

A empreitada contempla também, ao nível das infraestruturas, a execução de sistemas de abastecimento de água e de saneamento, bem como de uma rede elétrica subterrânea para ligação da iluminação pública. De acordo com a Câmara, a execução desta obra “contempla trabalhos de alguma complexidade ao nível da rede de águas pluviais, nomeadamente a instalação de um coletor dimensionado para dar resposta aos caudais de dois grandes coletores que confluem naquela zona”.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM