15 de Abril de 2024 | Coimbra
PUBLICIDADE

Cabrito é “rei” nas mesas lousanenses nos próximos fins de semana

21 de Abril 2023

Nas mesas da Lousã, durante os próximos dois fins de semana, o “rei” será o cabrito. Assado ou no alguidar são algumas das formas que podem ser degustadas nos 14 restaurantes aderentes ao Festival Gastronómico do Cabrito, que regressa com receitas bem apetitosas.

Bianca de Matos

O Burgo, Casa Velha, Ti’ Lena, Sabores d’ Aldeia, À Terra, Tradição.Come e Manjar da Villa são alguns dos estabelecimentos onde vai poder provar o cabrito já a partir do próximo sábado (22) na Lousã, pois está de regresso o Festival do Cabrito.

“Os eventos gastronómicos têm um papel importante ao longo do ano naquela que é a valorização turística do concelho. Pretendemos, através deste apelo gastronómico, que as pessoas nos visitem e desfrutem da nossa autenticidade, aliada à nossa beleza paisagística e a atividades associadas a estes fins de semana, que são também ingredientes que vão certamente provocar e motivar muitas visitas à Lousã”, disse o presidente da Câmara Municipal da Lousã, Luís Antunes, acreditando o autarca que estão reunidas “todas as condições para desfrutar de uma experiência fantástica”.

Foi num ambiente tranquilo, na adega e no pátio da Quinta de Foz de Arouce, no concelho da Lousã, que foi apresentado na terça-feira (18) este Festival Gastronómico. Ali, com uma vista panorâmica e rica em património, degustou-se um conjunto de iguarias preparadas pelo Chefe Flávio Silva, da entrada à sobremesa, tendo como “rei” o cabrito. Claro que não podia faltar também o bom vinho branco e tinto da Quinta de Foz de Arouce, parceira da iniciativa, proporcionando um “casamento gastronómico perfeito”.

“A ideia era trazermos um menu, onde valorizássemos o território, bem como os produtores locais”, partilhou o Chefe Flávio Silva, no decorrer da apresentação.

A broa de Serpins, o mel, os enchidos e o queijo do Rabaçal foram alguns dos petiscos apreciados e aprovados por todos os paladares presentes. Já como entrada, uma tortilha de batata com cabrito e cogumelos prepararam o estômago para o prato principal: uma desfiada de cabrito, “confecionado de modo tradicional, mas numa apresentação mais contemporânea”. Para finalizar o menu, onde foi notória a presença e preservação dos produtos endógenos, uma panóplia de sobremesas bem típicas da região, desde a tigelada, arroz-doce, bolo de mel ao pão-de-ló húmido.

Da receita tradicional à contemporânea, o cabrito é o “chefe” das ementas

Esta foi apenas uma pequena amostra daquilo que será o Festival Gastronómico do Cabrito, que começa já este fim de semana (22 a 25 de abril) e de 29 de abril a 1 de maio. São várias as maneiras de confecionar esta receita, “da mais tradicional à mais contemporânea”, onde não vão faltar os ingredientes tão simples e típicos como o azeite, sal, colorau, louro, alecrim, alho, malagueta e um bom vinho e, claro, as mãos de quem o confeciona. No total, são 14 os restaurantes que preparam um menu “de qualidade e de excelência”, garantiu o presidente da Câmara, Luís Antunes.

Agora, realizadas as apresentações, é tempo de rumar às terras lousanenses e apreciar esta gastronomia, bem como desfrutar de todas as maravilhas da Serra da Lousã.

“Perspetivamos que sejam milhares de refeições servidas durante este festival, pois temos bons números de edições anteriores destes fins de semana gastronómicos do cabrito”, projetou o autarca ao aconselhar os visitantes a reservarem a sua refeição, “para terem uma experiência de melhor qualidade”.

Além do “rei” do festival (cabrito), os visitantes podem ainda degustar outros produtos endógenos, como o Mel Serra da Lousã da Cooperativa Lousã Mel e o conhecido digestivo Licor Beirão, do empresário José Redondo, ambos parceiros do evento.

No final, tal como foi feito no Festival da Chanfana, os comensais são também convidados a preencher um inquérito de satisfação, ficando habilitados a um sorteio, cujo prémio incluirá uma estadia numa unidade hoteleira da Lousã, refeição num restaurante aderente e produtos locais, tais como o Mel, o Licor Beirão, a broa de Serpins, o Pastel Alvites ou o vinho de Foz de Arouce, entre outros. Além disso, será distribuído um brinde, mais propriamente um saco para compras, “que destaca que na Lousã existem ‘Pessoas Simpáticas, Boa Comida, Paisagens Fantásticas e Experiências Únicas’”.

De acordo com o presidente da Câmara da Lousã, das mais de 1.300 respostas recebidas nesse certame (da chanfana), registou-se um “grande nível de satisfação”, com 90% a classificar a experiência como “boa ou muito boa”.

“Isto evidencia a qualidade do trabalho do setor da restauração no nosso concelho”, salientou o autarca.

Este inquérito é também, sublinha Luís Antunes, “um incentivo a desfrutar de outra experiência através da degustação dos produtos e até um convite de regressar ao concelho para mais uma visita”, pois a verdade é que este “casamento gastronómico perfeito” pode ser vivenciado em qualquer época do ano, uma vez que esta, como tantas outras iguarias regionais, são um bom motivo para visitar a região seja qual for a estação.

Restaurantes Aderentes:

  • O Burgo
  • Restaurante Casa Velha
  • Cervejaria Universal
  • Restaurante Villa Lausana
  • Churrasqueira Borges
  • Manjar da Villa
  • Restaurante Tradição.Come
  • Restaurante Alto do Padrão
  • Churrasqueira manueal da Póvoa
  • Restaurante À Terra – Octant Hotel
  • Churrasqueira Galinhamiga
  • Restaurante Sabores D’Aldeia
  • Restaurante Ti Lena
  • Taberna / Restaurante do Talasnal

  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM