20 de Outubro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Biblioteca de Cernache já reabriu ao público

19 de Junho 2020

A Biblioteca Anexa Municipal de Cernache reabriu finalmente ao público. Depois de muito tempo de espera, este equipamento cultural está novamente acessível a todos, após vários meses encerrado por falta de pessoal e, nos últimos tempos, fruto também dos condicionalismos impostos pela pandemia da Covid-19.

A reabertura da Biblioteca era muito desejada pelo presidente da Junta de Freguesia, António Lopes, que tinha já reunido, no início de janeiro, com um representante da Câmara de Coimbra com o objetivo de resolver este problema.

“É um equipamento que nos faz muita falta. Temos várias escolas e a Biblioteca era muito frequentada, não só pelos alunos mas também pelas pessoas que gostam de ler e que vão lá buscar livros ou passar algum tempo”, lamentou na ocasião a “O Despertar”.

António Lopes assume agora que “é uma enorme satisfação ver a Biblioteca novamente aberta”, beneficiando não só os seus utilizadores mas também o próprio Museu Moinho das Lapas, onde se encontra instalada. Enquanto a Biblioteca esteve encerrada o Museu permaneceu também de portas fechadas, abrindo apenas para visitas feitas por marcação.

A Biblioteca está agora a funcionar no mesmo horário que mantinha anteriormente, às segundas e quartas feiras, das 14h00 às 19h30. Contudo, no atual contexto de pandemia, a sua frequência está sujeita a alguns condicionalismos, como uso de máscara, desinfeção das mãos, distanciamento social, restrições no acesso às estantes, entre outros.

Expo-Cernache regressa em agosto de 2021

Se a abertura da Biblioteca é um “motivo de felicidade” para Cernache, o cancelamento da Expo-Cernache representa “uma profunda tristeza”. António Lopes lembra que esta é a grande realização anual da Freguesia, que envolve todas as suas “forças vivas” e que representa “a principal fonte de rendimento para as coletividades locais”. Apesar de não ser o desejado, o executivo considerou mais prudente adiar a edição deste ano, já que se trata de um evento que atrai sempre grandes multidões.

Com a situação pandémica que se vive no país e no mundo, são muitos os eventos que têm sido cancelados e os promotores da Expo-Cernache também não querem correr riscos. “Gostávamos muito que se realizasse mas sabemos que os tempos que se vivem exigem cautela e consideramos que é mais seguro para todos não realizar este certame”, sublinhou o presidente, manifestando o desejo de que a feira possa regressar no próximo ano, de 27 a 29 de agosto, “com o mesmo dinamismo e atratividade de sempre”.

Freguesia mais limpa

António Lopes sublinha que, apesar de todos os condicionalismos e imprevistos que a Covid-19 trouxe, a vida não pára e dá conta do forte investimento que está a ser feito em toda a Freguesia a nível da limpeza.

Nesta altura do ano a erva e o mato abundam, representando um trabalho acrescido para a Junta que, para além dos seus funcionários, teve que contratar uma empresa para conseguir assegurar todo o trabalho que esta área exige.

O plano de limpezas abrange todos os lugares mas, como frisa o autarca, este é um trabalho “permanentemente inacabado já que, numa Freguesia com 20 quilómetros quadrados de área, quando se chega ao fim já se pode voltar ao início”, uma vez que, perante a impossibilidade de recorrer a herbicidas, a erva cresce muito rapidamente.

António Lopes dá ainda conta das várias obras que estão em curso na Freguesia, como a repavimentação da Rua da Bela (Malga) e as requalificações nas ruas do Zambujal e na Rua do Pinheiro Manso (ambas em Vila Nova).


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM