14 de Outubro de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

“AquaLousã” vence OP da Lousã

4 de Outubro 2019

O projeto “AquaLousã” venceu a quinta edição do Orçamento Participativo (OP) da Lousã. Apresentado por Paulo Simões, Patrícia Lima, Sérgio Leal, Pedro Carvalho, Orlando Lopes e Celso Simões, este projeto prevê a modernização da Praia Fluvial da Senhora da Graça, em Serpins, através da instalação de diversos equipamentos como escorregas, piscina e parque infantil, entre outros.

Os resultados do OP, que contou com 11 propostas a votação, foram apresentados na segunda feira. O projeto vencedor recebeu 37,9 por cento dos votos (382 votos). Em segundo lugar, com 205 votos, ficou o projeto “Qualificação dos espaços exteriores dos estabelecimentos de ensino do Concelho”, proposto por Joana Vidal, Manuela Lopes, Pedro Antunes, Patrícia Ramalheiro e Elisabete Pires. Em terceiro lugar, com 115 votos, ficou o projeto “Remodelação do Complexo Turístico das Ermidas e Parque de Merendas – S. João”, cujos proponentes foram José Catarino e António Lima.

“Modernização do espaço infanto-juvenil da Biblioteca Comendador Montenegro” (quarto lugar), “Requalificação da margem do Rio Ceira entre Foz de Arouce e Serpins” (quinto), “Zona de Lazer do Espinheiro” (sexto), “Ponte Pedonal permanente na Praia da Bogueira” (sétimo), “A arte de bem receber” (oitavo), “Sports Camp” (nono), “Campo Multiusos da Bogueira” (10.º) e “Festival de Hip Hop” (11.º) foram as restantes propostas que estiveram a votação, tendo sido registados, no total, 1.007 votos, através do sistema presencial.

O presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes, felicitou os proponentes pela qualidade e pertinência das propostas, adiantando que todas “serão alvo de análise do executivo”. Lembrou também que o OP tem como objetivo “envolver os cidadãos nas decisões, fomentando a participação nas decisões que levam ao aumento da qualidade de vida no concelho”.

O Orçamento Participativo da Lousã visa contribuir para o exercício de uma intervenção informada, ativa e responsável dos cidadãos naturais, residentes, estudantes e trabalhadores no concelho da Lousã, nos processos de governação local, garantindo a participação dos cidadãos na decisão sobre a afetação de recursos às políticas públicas municipais, tendo sido disponibilizados 70.000 euros para a execução do projeto vencedor.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM