2 de Dezembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

SANSÃO COELHO

Aeroporto para a região é consensual e urgente

24 de Janeiro 2020

Os municípios da Região de Coimbra estão decididos a avançarem em comum para a construção do futuro AEROPORTO INTERNACIONAL DE COIMBRA e a organizarem os processos de candidatura aos diversos fundos para a nova infraestrutura aeroportuária ser uma realidade apoiada financeiramente.

Há vários anos que os principais partidos e em especial PS e PSD pedem a abertura do AEROPORTO DE MONTE REAL ao tráfego civil. Por razões nunca explicitadas esta hipótese – MONTE REAL tem sido carta fora do baralho. Cada vez mais a aviação civil (comercial de transporte de carga e de passageiros) ganha uma importância que é fundamental para a estratégia de desenvolvimento das regiões e dos países. Olhamos para Espanha e para França e verificamos a proliferação de aeroportos os quais respondem a incrementos de diversa natureza com o turismo a ganhar relevância. Na atualidade, uma região como o Centro de Portugal sem um aeroporto internacional pode hipotecar o seu desenvolvimento. Exige-se, por isso, celeridade ao Governo a responder positivamente a esta pretensão dos municípios da REGIÃO DE COIMBRA. Há pouco mais de cem anos que a AVIAÇÃO COMERCIAL se transformou numa atividade regular e hoje em dia aumenta exponencialmente, cada vez com mais segurança e aumenta igualmente o número de empresas ligadas ao setor e respetivas frotas que crescem como reflexo do progresso dos países e das regiões. É assim imperioso acelerar o acordo, projeto e execução das obras do NOVO AEROPORTO INTERNACIONAL REGIÃO DE COIMBRA para o qual foi apontada como localização o concelho de Soure ficando deste modo entre Coimbra e Leiria o que permite responder também às necessidades do crescente turismo religioso de Fátima. Não deixa de surpreender a postura de municípios da zona de Leiria que aparentemente continuam a apontar para Monte Real que já é tema esgotadíssimo e que durante anos e anos esperámos que frutificasse e… nada: não deu sumo por mais espremido que tenha sido – e efetivamente foi. Por isso é importante que o atual Governo anuncie ou volte a anunciar alto e em bom som o PROJETO DE CONSTRUÇÃO DO NOVO AEROPORTO INTERNACIONAL DE COIMBRA, cidade líder da Região; e a servir todo o Centro de Portugal. Ou voa ou racha. Tem que ser. E MANUEL MACHADO, presidente do executivo de Coimbra que tem dado a cara pelo projeto, sem rodeios e de forma determinada, mesmo contra ventos e marés, tem que o liderar. A REGIÃO PRECISA DO SEU AEROPORTO INTERNACIONAL. Precisamos de voar para o FUTURO.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM