4 de Março de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

ABMG com tarifário aprovado para 2021

15 de Janeiro 2021

O tarifário dos serviços de abastecimento e saneamento de águas residuais para 2021 nos concelhos de Mira, Montemor-o-Velho e Soure foi aprovado pela Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos (ERSAR), mantendo-se inalterado em relação ao de 2020.

De acordo com a ERSAR, o setor de serviços de águas compreende as atividades de abastecimento de água às populações e às atividades associadas, como os serviços, o comércio e a pequena indústria. O setor de serviços de resíduos, da responsabilidade de cada Município, compreende as atividades de recolha, tratamento e destino final dos resíduos urbanos.

A ABMG – Águas do Baixo Mondego e Gândara, empresa intermunicipal que serve estes três concelhos, explica que tem “como objetivo amortecer o custo de água não faturada, em grande medida, graças ao investimento de 1.5 milhões de euros numa tecnologia inovadora que permite a medição e comunicação de informações – a telemetria”, sistema que “permite o conhecimento em tempo real do escoamento ao nível dos caudais de entrada e saída nas zonas de abastecimento e das pressões em dispersos pontos de monitorização distribuídos pela rede”.

Em 2020, ano em que a ABMG se tornou Entidade Gestora destes municípios, verificou-se uma diminuição no custo do serviço no concelho de Soure, no concelho de Montemor-o-Velho o tarifário manteve-se inalterado e no concelho de Mira as tarifas foram atualizadas e sofreram um pequeno aumento.

Nova empreitada em Mira

De referir que a ABMG vai avançar com a execução de uma empreitada no concelho de Mira, um investimento de 908 mil euros que se insere na candidatura ao POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, no âmbito do Ciclo Urbano da Água, e que vai contar também com a contribuição do Fundo de Coesão de 518 mil euros.

A empreitada vai englobar a construção de um novo Reservatório na Presa, assim como a execução de duas estações elevatórias e condutas adutoras para os reservatórios já existentes na Presa e em Mira. De acordo com a AMMG, esta intervenção visa “melhorar a qualidade da água, garantir uma maior segurança no fornecimento de água para o consumo humano e aumentar a capacidade de armazenamento de água”.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM