6 de Maio de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

CLARA CORREIA

24 de Dezembro!

6 de Dezembro 2019

…e se amanhã fosse Natal? Regressaria à minha infância, aos meus queridos avós e ao sempre presente Pai Augusto.

…e se amanhã fosse Natal? Entraria, a correr, na casa dos Avós do Luso, daria uma beijinho à avó, “roubaria” um pastel de massa tenra recém-feito, confirmaria que o “bolo às riscas” estava no sítio de sempre, subiria as escadas, de novo a correr, e iria encontrar o avô Messias, no seu quarto, rodeado de jornais. Olharia para o sorriso feliz do Avô do Luso, provocado pela “invasão” da neta mais nova, e partilharia com ele (muitas e) boas leituras.

…e se amanhã fosse Natal? Passaria o dia a brincar com os legos, iria ao Café do Casino, de mão dada com o orgulhoso avô, e esperaria com alegria o momento de comprar o chapéu de chuva de chocolate. Construíria barcos de papel e navegaria na Água de Luso.

…e se amanhã fosse Natal? Saltaria de colo em colo e escutaria: “Está tão crescida”, “É parecida com quem?”, “É tão loirinha e de olho azul!”.

…e se amanhã fosse Natal? Contaria ao meu diário que tinha brincado muito, com as manas e com os primos… contaria ao meu diário que tinha conhecido muita gente no final da Missa do Galo… contaria ao meu diário que tinha brinquedos novos… contaria ao meu diário que estava radiante… contaria ao meu diário que já sabia contar…

…e se amanhã fosse Natal? Celebraria em Podentes o Natal que (ainda) ali não celebrei. Correria atrás das galinhas, à frente dos gansos e fugiria do cão. Comeria no lagar o bacalhau mais delicioso do meu mundo e brincaria junto à lareia. No meu Natal em Podentes teria pertinho de mim o avô Manuel, feliz por me conhecer, a Avó Alice e a Ti Gracinda. No Natal de Podentes não faltaria a caneca de café, feito ao lume, e a broa, quentinha, recheada com uma deliciosa omolete.

…e se amanhã fosse Natal? Iria a correr (no avião) para Barcelona, celebraria a Catalunya, cantaria o hino do Barça, vestiria a t-shirt do meu clube, com o número 10 nas costas, e marcaria um golo no Camp Nou. Cantaria com o Serrat e o Sabina, juntaria as minhas letras às letras da Maruja Torres, da Esther Busquets e da Ana Maria Moix, comeria uma deliciosa botifarra e não dispensaria a docinha crema catalana.

…e se amanhã fosse Natal? Iria à Casa Costa Lobo, pela mão do Pai Augusto, e ali celebraria a amizade do Manuel e o do Afonso. Naquela linda casa encantar-me-ia com o segundo mais lindo presépio do (meu) mundo.

…e se amanhã fosse Natal? Iria tocar guitarra ao Coliseu dos Recreios de Lisboa (que não estaria vazio)!

…e se amanhã fosse Natal? Hoje seria dia 24 de Dezembro!


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM