18 de Março de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

SANSÃO COELHO

O Despertar – Conimbricense e “Beirão de Honra!

15 de Março 2019

–Com que então O DESPERTAR centenário e não está nada mal!!!

O DESPERTAR – Não, não fui ao Carnaval porque não gosto de brasileiradas…

– O que lhe disse foi que nem parece ser um jornal com mais de cem anos, está com bom aspeto.

O DESPERTAR – Ah! Percebi Carnaval. Já ouço um bocado mal, sabe, e também estes olhos já não são o que foram.

– Para mais do que centenário está muito bem e venho dar-lhe um grande abraço de parabéns pelo seu aniversário…

O DESPERTAR – O BELISÁRIO?! Ganda caricaturista que sabe criticar e não precisa de estar a escrever… vejo sempre os bonecos dele.

– É verdade o que diz do nosso JOAQUIM BELISÁRIO, mas venho, desculpe falar-lhe agora mais alto, e repito, venho só dar-lhe um abraço de Parabéns pelo seu aniversário e desejar que prossiga como CARTÃO-DE-VISITA DE COIMBRA. E a ter muitos Leitores, Assinantes e Anunciantes. E a puxar por COIMBRA e pela Região porque não podemos ficar ensanduichados entre Lisboa e Porto…

O DESPERTAR – Pois… isto está muito torto. COIMBRA tem que dar um abanão na política nacional e meter políticos da nossa cidade no Governo porque é preciso crescer a nível demográfico, fazer uma campanha de trezentos mil habitantes, construção em grande quantidade para os conimbricenses viverem – e acessível -, criar empregos… desassossegar, como dizia o Pessoa, nem sei se foi ele que o disse, mas quando era jovem recordo-me desse grande senhor. O Pessoa era mais velho… eu não andava por Lisboa, ele sim e já a escrever na Revista ÁGUIA e depois na ORPHEU com aquelas ideias de renovação, liberdade de expressão. Eu mantive-me por Coimbra, mas tive nestas colunas colaboradores também com grande prestígio como o Pessoa.

– Seja feliz e prossiga o seu caminho a lutar pela dignidade, justiça, igualdade, solidariedade porque saber viver para o Bem Público, deixe-me poetar, é um bem que também se herda…

O DESPERTAR – Que palavrão… Também não está assim tanto. Há mais teóricos do que gente prática nesta cidade, mas como sabe nunca fiz distinções: tanto sou do União como da Académica; dos operários e dos doutores: julgo que é por isso que TODOS GOSTAM DE ME LER… E com a longevidade que se regista contem comigo mais umas décadas ou umas centúrias em papel e na net… sou intergeracional… e estou na grande capital da Saúde com bons especialistas nesta fileira…

– E sempre a defender Coimbra…

O DESPERTAR – …E timbra. A guitarra nas minhas mãos timbra… a cantar por Coimbra com um belo fado de Coimbra.

– Parabéns DESPERTAR.

O DESPERTAR – Obrigado, mas, afinal, quem é senhor?

– Sou um colaborador. Tenho o privilégio e a honra de escrever umas coisitas para aqui enquanto puder e me deixarem.

O DESPERTAR – Oh homem então venha daí comigo. Vou à Lousã falar com o Zezinho Redondo esse grande nome do rugby e do Licor Beirão. Vou pedir-lhe para ele me servir um BEIRÃO DE HONRA para beber aquilo em que me sinto: um BEIRÃO DE HONRA. Venha daí comigo apanhar o comboio para a Lousã na Estação Nova…

– Mas já não há comboio! Muito escrevi sobre isso, mas ele já se foi e vem aí um metro em autocarros…

O DESPERTAR – Isto é o que faz eu nem sempre ler a Necrologia. Coitado: tínhamos mais ou menos a mesma idade, centenários, velhinhos… Mas venha daí na mesma, vamos a pé… nem que demore mais cem anos. Só para beber um BEIRÃO DE HONRA neste meu aniversário tudo vale a pena: – aquele Licor é como eu, bem português, é o Licor de Portugal que exporta para dezenas de países. Precisamos de bons exemplos como este. À nossa!!!

– À sua, DESPERTAR. E conte muitos.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM