18 de Março de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

LUCINDA FERREIRA

Mudar faz bem

8 de Março 2019

Ouvimos muitas vezes, que o mundo está em grande mudança. Só quem for surdo, mudo, cego ou não quiser ver é que nega esta realidade. Também há aqueles irmãos, cujos defeitos das virtudes, para serem fiéis ao que uma dia lhe disseram, não pensam com a sua cabeça e continuam com o mesmo discurso e comportamentos postiçamente seráficos, porque “assim é que é. Foi assim que me ensinaram. É assim que eu sou”.

Não se apercebem do movimento constante da existência, que flui em todos os aspetos. Desde a natureza até aos mínimos pormenores da vida que “pula e avança”. Tudo está em constante mutação. Felizmente muita gente boa, coerente, comprometida com a verdade, generosa, se entrega a um mundo novo, com resultados maravilhosos, no caminho do amor incondicional.

Quem tem como certo o Código de Amor, da palavra e da justiça, muda sempre para melhor e transforma conscientemente tudo e todos à sua volta, pelo seu testemunho.

Hoje, gostaria de partilhar algo que não é novo. A questão das pessoas que se sentem muito infelizes, porque os outros os ofendem. Os prejudicam. Os maltratam. Ficam por isso com raiva. Vingança. Malquerença e nunca mais se acalmam, espalhando aos sete ventos, estas situações de injustiça, em que são sempre as vítimas de serviço.

São muito infelizes. Atraem tudo de mal que existe. Só a eles é que lhes acontecem desgraças. Não merecem nunca o que lhes fizeram, pois acham que são boazinhas. Nunca veem os seus defeitos e o que tem que corrigir em si.

Agora não se zanguem. Não se surpreendam, pois o único responsável por tudo o que lhe acontece, é você mesmo e só você !!!! Mais… Em vez de raiva e má vontade, contra o seu agressor, tem que lhe agradecer, por ter ocasionado e surgido essa oportunidade de se pôr em causa. Nesse momento, ver com muita atenção e sem trave no seu olho, que está mal em si e tem que corrigir, para nunca mais se repetir isso, que tanto o incomoda e pensa ser culpa dos outros!

Sabem por que lhes digo isso? Vá prepara-se. Até o cinto, porque vai balouçar. Agradeça a quem o fez sofrer! Aumente a sua vibração íntima, para atrair outro tipo de experiência, em consonância com o que está dentro de si, absolutamente e sempre igual ao que está fora e vem até si!

Efeito espelho, dizendo de um modo mais simples. Exige a sua responsabilidade ativada. Compreenderá por que tem que deixar de culpar os outros, pelos seus desaires. Desgostos. Somos nós que atraímos tudo o que vem até nós!

Imagine uma estação de rádio transmitindo numa determinada frequência. Só quando sintoniza essa mesma onda, ouve a estação. Nós somos energia e tudo funciona de modo semelhante. Atrai de fora o que estiver dentro do seu ser, quer tenha essa consciência ativada ou não. Assim, se subir de vibração, só passa a atrair quem estiver nessa mesma onda.

Quando acontecem coisas menos boas, isso é um s.o.s da vida, servindo para lhe dar indicação do momento, do que vive dentro de si. Daí a 1.ª conclusão é que tem que agradecer em vez de amaldiçoar, quem a deixou numa situação desconfortável.

– Qual a razão, se eu nunca faço mal a ninguém?!- perguntará. Pois mas o que parece, nem sempre é assim. Cada um de nós chama do exterior aquilo que tem dentro de si.

Se no seu mais íntimo existe agitação. Ódio. Raiva. Vingança. Violência. Desconsideração. Desarmonia… Serão exatamente essas coisas que virão ter consigo.

Enquanto não mudar, será sempre assim até ao fim. Não se sinta infeliz, porque a solução está em si. E não venha com as desculpas desleixadas e indiferentes de que sempre foi assim, e é muito genuína… Tem que arrumar a sua casa por dentro, se for esse o caso, pois só tem a ganhar.

A nossa vibração causada pelos pensamentos e emoções, produzem a tal vibração, que sintoniza com a dificuldade que somos obrigados a viver, para acordar. Pessoas situações, lugares e toda a espécie de desconforto que vivenciamos são resultado do que enviamos para o universo! E perguntamos: – O que é que tenho que mudar? O que é que tenho que aprender, com isto que doeu tanto?

Seja sincero consigo mesmo. Aceite o desafio e não dê ouvidos a esse ego orgulhoso e tolo, que só vê o seu umbigo e até acha que é um santo…Veja mesmo o que está errado e corrija depressinha, para seu bem.

Nunca mais se queixe dos outros. Isso só o coloca mal. Revela a sua falta de trabalho sobre si mesmo, depois de já saber onde reside o nó da questão.

Queixar-se da vida ou de alguém, só prova que está completamente fora do seu eixo. Do seu caminho. Que não se respeita si mesmo. À sua essência. Que não evolui interiormente. Então, não se queixe!

Quem está em paz consigo mesmo, com Deus e com o mundo, nunca sente esses desencontros dolorosos. Nunca se sente vítima!

Se a sua vida está mal e não muda, será você que tem que mudar, com urgência. Deixe de falar mal dos outros. De criticar tudo e todos, pois isso indica que a sua vida interior é um caos! Ao melhorar a sua postura, tornar-se-á muito mais feliz. Terá desejo de passar este testemunho a outros, pois sabe o quanto sofreu, enquanto não tinha descoberta esta coisa tão simples: não temos poder para mudar ninguém. Temos todo o poder do mundo para nos mudarmos a nós próprios.

Com a bitola com que julga os outros, será julgado. Ninguém é perfeito. Quem não perdoar, nunca será perdoado. Oração. Gratidão e perdão fazem da vida de cada um de nós, seres mais felizes! Na verdade o segredo de viver em paz com os outros é estar em paz consigo mesmo, sabia?


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM