16 de Outubro de 2018 | Coimbra
PUBLICIDADE

Dia Mundial do Animal comemora-se hoje

4 de Outubro 2018

Comemora-se hoje, 4 de outubro, o Dia Mundial do Animal, uma data que sensibiliza para a importância que os animais têm no nosso dia a dia e que alerta para a necessidade de proteger e preservar todas as espécies.

Assinalado em todo o mundo desde 1931, este é um dia em que se celebra o “amor incondicional” que há entre os animais e os seus donos, uma ligação forte e tantas vezes inexplicável.

Esta data é comemorada em todo o mundo com as mais diversas iniciativas, promovidas sobretudo por entidades e associações que lidam diretamente com os animais.

Em Coimbra, a Associação Agir pelos Animais e a Aventuras Forte(s) promovem amanhã uma “Cãominhada solidária na Mata de Vale de Canas”, que decorre das 9h30 às 12h30. Donos e animais de quatro patas são convidados a participar nesta aventura, através de um divertido passeio que tem um cariz solidário, revertendo quatro euros da inscrição para apoiar esta associação.

Este evento vai percorrer os trilhos de uma mata com história, desfrutando de um espaço natural tranquilo, onde os participantes vão partir à descoberta de algumas árvores que são consideradas as mais altas do país e mesmo da Europa.

A concentração decorre no parque de estacionamento da mata e junto da Ermida de Santo António, na Rua Vale de Canas, sendo todo o percurso acompanhado por guias qualificados das Aventuras Forte(s), havendo uma pequena surpresa para o dono e para o animal. Inscrições e outras informações podem ser obtidas através do e-mail geral@aventurasfortes.pt.

A Ordem dos Médicos Veterinários (OMV) vai assinalar também esta data com uma ação de âmbito nacional. Assim, vários hospitais, clínicas e consultórios veterinários de todo o país vão estar hoje de portas abertas para receber a segunda edição do Open Day da OMV, que convida empresas, escolas, estudantes e a população em geral a conhecer de perto o dia a dia de um médico veterinário e as suas diferentes áreas de atuação, numa partilha de experiências e conhecimento.

Este ano a Direção Geral do Ensino (DGE) associa-se a esta iniciativa, promovendo a participação dos alunos dos diferentes agrupamentos escolares nas várias áreas, nomeadamente no que se refere à saúde e bem-estar animal.

Para assinalar esta data, a OMV convida toda a população a participar neste Open Day. Para além das entidades aderentes, também a sede da Ordem dos Médicos Veterinários e as respetivas delegações regionais podem ser visitadas.

A iniciativa dá continuidade ao sucesso do ano passado que reuniu mais de 360 participantes.

Lei que proíbe abate de animais

nos canis municipais já entrou em vigor

A proteção dos animais deve ser, cada vez mais, uma preocupação de todos. Recorde-se que entrou em vigor recentemente, no passado dia 23 de setembro, no Continente, a lei que proíbe o abate de animais como medida de controlo da população.

Em vigor desde 23 de setembro de 2016, a lei que aprova medidas para a criação de uma rede de centros de recolha oficial de animais e estabelece a proibição do abate de animais errantes como forma de controlo da população estabelecia um período transitório de dois anos para adaptação, período que agora terminou, passando a ser proibido o abate de animais em centros de recolha oficial de animais por motivos de sobrepopulação, de sobrelotação, de incapacidade económica ou outra que impeça a normal detenção pelo seu detentor.

De acordo com a lei, os animais acolhidos pelos Centros de Recolha Oficial que não sejam reclamados pelos seus donos no prazo de 15 dias, a contar da data da sua recolha, são “considerados abandonados e são obrigatoriamente esterilizados e encaminhados para adoção”.

O diploma prevê também a “integração de preocupações com o bem-estar animal no âmbito da Educação Ambiental, desde o 1.º Ciclo do Ensino Básico” e a dinamização anual de “campanhas de sensibilização para o respeito e a proteção dos animais e contra o abandono”.

Refira-se que a Região Autónoma da Madeira deixou de abater animais nos canis municipais em 2016. Já os municípios da Região Autónoma dos Açores têm até 2022 para deixarem de o fazer.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM